X

NOTÍCIAS

Publicada em 02/08/2017 às 12:48 | Atualizada em 02/08/2017 às 13:00

Demi Lovato fala sobre ter bipolaridade: - É algo que eu tenho, não é quem eu sou

A cantora abriu o coração ao falar sobre a doença a qual foi diagnosticada em 2011

Da Redação

Divulgação

Demi Lovato fez uma pequena pausa em sua carreira na música, mas voltou com tudo com Sorry Not Sorry, que inclusive ganhou um clipe bem festivo recentemente! Junto com o anúncio de sua volta, a cantora agradeceu o apoio incondicional de seus fãs, principalmente quando ela abre o coração ao falar sobre seus problemas. 

Segundo informações da People, em entrevista ao Label Defiers, da iHeartRadio, a cantora voltou a falar sobre doenças mentais, mais especificamente sobre bipolaridade:

- Eu acho que, quando as pessoas se referem a mim como sendo bipolar, é algo que é verdade. Eu sou bipolar. Mas eu não gosto quando as pessoas usam isso como um rótulo. É algo que eu tenho, não é quem eu sou.

Porém, disse que se for para receber algum rótulo, que seja de ativista:

- Eu acho que é muito importante que as pessoas vejam a importância da saúde mental, porque é algo tão tabu para se falar. Quanto mais as pessoas saibam sobre o assunto, mais pessoas vão ser capazes de achar soluções para o que elas estão passando por.

Lembrando que em 2011, Demi buscou tratamento após ser diagnosticada com bipolaridade. Além disso, a cantora já enfrentou problemas como uso de substâncias ilícitas e distúrbios alimentares.

Logo abaixo, relembre outros famosos que já falaram abertamente sobre suas doenças:

X

Rita Wilson foi diagnosticada com câncer de mama e teve que passar por uma mastectomia dupla e uma cirurgia reconstrutiva. Em entrevista à People, ela revelou seu diagnóstico e contou que se sente abençoada por ter o amor e o apoio do marido, Tom Hanks, dos amigos, familiares e médicos que salvaram sua vida: - Eu peguei uma licença da Fish in the Dark para lidar com um problema de saúde pessoal. Com o meu marido ao meu lado, e com o amor e apoio de familiares e amigos, eu me submeti a uma mastectomia bilateral e reconstrução de mama após um diagnóstico de câncer lobular invasivo. Estou me recuperando e, mais importante, que devo fazer uma recuperação completa. Por quê? Porque eu peguei este cedo, tenho excelentes médicos e porque eu tenho uma segunda opinião. Eu compartilho disso de educar os outros para ter uma segunda opinião é fundamental para a sua saúde. Você não tem nada a perder se as duas opiniões se igualam, para o bem, e tudo se ganha se algo que foi perdido é encontrado. O diagnóstico precoce é fundamental.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Com quem Ritinha deverá ficar no final de A Força do Querer?

Com o Zeca! E eles devem voltar para o Parazinho
Com o Ruy, mas só porque o Zeca merece ficar com a Jeiza
Sozinha e vivendo a vida como uma sereia

Obrigado! Seu voto foi enviado.