X

NOTÍCIAS

Publicada em 13/08/2021 às 07:15 | Atualizada em 13/08/2021 às 07:40

Duda Nagle revela que pai morreu em suas mãos e relembra primeiro encontro com Sabrina Sato: - Eu não queria parecer precipitado

O ator abriu o jogo sobre detalhes de sua vida pessoal

Da Redação

Duvulgação

Duda Nagle é bastante discreto quando o assunto é sua intimidade, no entanto, o ator resolveu expor em detalhes como foi encarar o pior momento de sua vida. Em bate-papo no podcast Inteligência Ltda, o artista, de 38 anos de idade, narrou como foi a morte do pai, Rogério Campos, em 2002, em um acidente de carro, quando Duda tinha apenas 18 anos.

- Meu pai faleceu nas minhas mãos, numa tentativa de primeiros socorros (...) Estava no banco do carona, meu pai dirigindo e meu irmão do meio dormindo no banco de atrás (ele tem dois irmãos por parte de pai, de mães diferentes). Estávamos voltando da casa do meu irmão mais novo. Um cavalo atravessou a estrada e não deu tempo de frear. Eu acordo, o cavalo chegando e bum...Aí é aquele negócio doido de vidro voando(...) Meu pai apagou e achei que ele tinha quebrado o nariz. Estávamos de cinto, mas o cavalo tem uma anatomia horrível para esse tipo de acidente, porque a frente do carro bate nas pernas do animal, e o corpo pesado bate no para-brisa, contou ele.

Duda ajudou o irmão, por parte de pai, a sair do automóvel pela janela e tentou auxiliar o pai, imaginando que ele apenas estive desmaiado, já que o rosto dele estava sem ferimentos. O filho da jornalista Leda Nagle ainda contou com a ajuda de um médico que passava pelo local e parou para auxiliá-lo.

- Quando a gente foi retirar o meu pai do carro, tirei meu casaco para apoiar a cabeça dele. Quando colocamos ele no chão, senti o cérebro quente dele na minha mão. Lembro muito do momento que eu vi e falei: já era, né?. O momento em que a realidade se impôs (...) Foi traumatismo craniano na parte de trás da cabeça, fratura exposta, completou.

Sabrina Sato

Entre outros assuntos, o ator não poderia deixar de falar sobre a companheira, a apresentadora Sabrina Sato. Juntos, eles são pais de Zoe, de dois anos de idade. Na entrevista, ele contou como foi o primeiro encontro com a artista, que aconteceu no apartamento dela após uma troca de mensagens.

- A gente já tinha se aproximado um pouco, aí ela foi ao banheiro do quarto. Achei, por algum motivo, que fosse um sinal para eu ir atrás. Ela estava demorando para descer, e eu não queria parecer precipitado. Já tinha havido beijo. Quando dei um oi, ela se assustou, o banheiro estava de porta aberta. Corta a cena e, no dia seguinte, a gente acordou junto e o cachorro dela já subindo na cama, disse ele dando risada da situação.

A seguir, veja os melhores momentos da família reunida:


Logo após o nascimento, a apresentadora até fez um desabafo sobre as 20 horas que passou em trabalho de parto: Um filho já nasce ensinando a gente. E a Zoe além de me ensinar sobre o maior amor da vida, me ensinou mais... Eu me preparei, estudei, assisti vídeos, li livros, fiquei 5 meses da gestação fazendo exercícios pélvicos para poder fazer o parto mais natural possível. Me recolhi, deixei de ir em festas de amigos e me dediquei total a esse grande sonho de gerar uma filha. Passei essas 41 semanas em concentração, vivendo isso e fazendo todos a minha volta e até vocês a viver também. Tudo o que me proponho a fazer na vida, faço com toda minha força, trabalho, amor e fé, por isso sempre tudo saiu da forma que mentalizava, imaginava e queria. Mas Deus está sempre nos ensinando. E às vezes o que queremos não vem no caminho que imaginamos, da forma que gostaríamos. Eu tinha certeza que minha filha nasceria de um parto natural, já que tinha me preparado tanto pra isso e nem pensei no plano B, uma cesárea humanizada. Porque sempre achei lindo ver a força da mulher, do animal parindo. Mas o nosso caminho foi outro. E depois de 41 semanas e mais de 24 horas de bolsa rompida, 20 horas de trabalho de parto, ainda não tinha minha filha nos meus braços. Foi através de uma cesariana que tinha medo, receio e não estava nos meus planos porque a anestesia, corte, cicatriz e tempo de repouso não saíam da minha cabeça, que chegou o maior presente da minha vida. Foi emocionante. Me senti mais forte ainda depois de tudo o que passamos e tenho refletido muito sobre esse momento que vai ficar pra sempre comigo. Mas o fundamental, Zoe esteve todo o tempo muito bem e nasceu com muita saúde. Minha filha, em meio a tanta emoção, me fez compreender que ela é quem escolheria a forma como viria ao mundo. Deus é bom o tempo todo. Emocionante, não é?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da reconciliação entre Sammy e Pyong Lee?

Obrigado! Seu voto foi enviado.