X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/10/2009 às 08:01 | Atualizada em 07/05/2015 às 22:00

Rosa Chiclete: Entrevista exclusiva com Marco Pigossi!

Ana Paula Auricchio

Rosa Chiclete não é apenas mais um dos bordões criados pelo folhetins. A verdade é que agora o ator Marco Pigossi, que interpreta o fashionista gay em Caras e Bocas, passou a ser conhecido por Rosa Chiclete.

Marco, que tem apenas 20 anos e já participou de Eterna Magia e das minisséries Casos e Acasos e Queridos amigos da Globo, falou com o ESTRELANDO  sobre o boom de seu personagem e sobre a carreira. Acompanhe a entrevista abaixo.

ESTRELANDO - Você ganhou muito espaço na novela Caras & Bocas. Isso já era o esperado?
Marco - Quando a gente começa um personagem a gente espera ou pelo menos torce para que isso aconteça. Eu sei que eu ficaria até o final e já tinha uma idéia de relacionar o Cássio com Maria Zilda.

ESTRELANDO - E o que você sabia sobre seu personagem?
Marco - Sabia muito pouco. Tudo o que eu sabia é que ele era um fashionista, adorava moda e gastava todo o dinheiro em roupa. Eu percebi que o personagem cresceu e ganhou espaço na trama quando ele começou ter uma história própria. Porque antes ele ficava só nos conflitos da Dafne, da Judith, da galeria, daquela coisa.

ESTRELANDO - Você disse que já estava na trama seu relacionamento com a Léa, vivida por Maria Zilda. Já sabia que ia ser um romance?
Marco - Não sabia que ia ter um romance com Léa, e acho que nem o Walcir. Isso foi uma coisa que quando eu conheci a Zilda, a gente se deu super bem de cara, e para mim foi maravilhoso. A gente resolveu juntos fazer uma coisa super verdadeira.

ESTRELANDO - Por que Léa, mesmo sabendo que Cássio era um homossexual, resolveu entrar de cabeça nessa história?
Marco - A gente viu que o Cássio tinha uma coisa a oferecer para ela a jovialidade dele, a juventude, aquela coisa de começar de vida, de correr atrás. E ela tem toda experiência de bagagem de vida que dá pare ele. É uma troca justa. Eles realmente se apaixonaram um pelo outro e ficaram juntos. Esse foi um dos motivos que o casal acabou dando certo.

ESTRELANDO - Você está pra lá de conhecido pelos seu bordões, principalmente o Rosa Chiclete. Eles já estavam no script?
Marco - Esses bordões são do Walcir, mas é tudo muito conversando entre a gente. Quando eu li o Rosa Chiclete no roteiro eu morri de dar risada e pensei: Meu Deus eu nunca vi uma coisa parecida, e pegou muito. As pessoas me conhecem por Rosa Chiclete. Não é nem o Cássio mais, é o Rosa Chiclete ou o Choquei.

ESTRELANDO - Você tomou algum cuidado para não tornar seu personagem caricato?
Marco - Quando eu soube que eu tinha passado no teste para fazer o Cássio, eu vi que era um personagem complicado, e se cair no esteriotipo acaba ficando feio. Eu tomo muito cuidado para ele ser verdadeiro, e eu acho que é uma questão do ator acreditar realmente no personagem. Por exemplo, o rosa chiclete é um bordão over, mas se você faz com convicção, e acredita que o personagem falaria aquilo naquela situação.

ESTRELANDO - Você sempre quis ser ator? Como começou a carreira?
Marco - Quando eu era pequeno não imaginava que ia ser ator, não. Quando fui ao teatro eu fiz a aula e voltei para casa dizendo que queria fazer teatro. Eu nadava, eu nadei profissional até meus 16 e depois tive que escolher e parei de nadar pelo teatro.

ESTRELANDO - Seu personagem está fazendo muito sucesso. Como você está lidando com a fama?
Marco - Esse é um momento muito marcante da minha carreira e bem desafiador. É engraçado a fama, é uma coisa do dia para noite que você nem percebe. Eu esqueço disso, não estou acostumado, estou nesse processo de adaptação.

ESTRELANDO - Qual é o final que você espera para seu personagem?
Marco - Eu não sei, eu gosto muito do casal dele com a Zilda, acho que a gente brinca muito em cena, tem uma química bacana. O publico está super indeciso, porque tem aquela história com André. A Léa tem medo que ele volte às antigas e se apaixone por outro homem. Ela fica insegura com isso, claro! Mas ele é super fofo com ela e tenta deixar claro que ele gosta dela. É um casal inovador.

ESTRELANDO - Você já teve sua sexualidade questionada por interpretar um personagem homossexual?
Marco - Querendo ou não meu papel de maior destaque foi um homossexual. Me conheceram como Cássio e isso gera muita curiosidade no publico, é engraçado. A mulherada fica querendo saber:  E aí, tenho chance ou não?.

ESTRELANDO: Isso te incomoda?
Marco - Isso não me incomada, porque se o pessoal confunde e acha que eu sou assim é porque o personagem é verdadeiro.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual noivado te deixou mais feliz até agora?

Obrigado! Seu voto foi enviado.