X

NOTÍCIAS

Publicada em 11/12/2015 às 14:30 | Atualizada em 11/12/2015 às 15:32

Intérprete de O.J Simpson em série de Ryan Murphy, Cuba Gooding Jr. explica porque se emocionou ao fazer personagem

Em entrevista, ator falou sobre o caso polêmico que chocou o mundo anos anos 90 e que viverá nas telinhas

Da Redação

Divulgação

Com estreia marcada para o dia 2 de fevereiro de 2016 no canal FOX, nos Estados Unidos, a série de Ryan Murphy, The People v. O.J. Simpson causou grande impacto emocional na vida de Cuba Gooding Jr. que interpreta Simpson.

Em entrevista ao The Daily Beast, o ator contou que colocou seus próprios sentimentos enquanto interpretava o personagem, mesmo que prefira não revelar sua opinião pessoal sobre o caso. Cuba diz ter sentido remorso durante a cena que descreve o funeral de Nicole Brown Simpson, que teria sido esfaqueada pelo ex-jogador de futebol americano:

- Eu não almocei e comecei a chorar no trailer. Eu me olhei no espelho e disse: Que diabos você está fazendo? Por que está tão emocional? Quando esse veredicto saiu de não culpado, eu pulei. Eu estava gritando e gritando. O homem que tentou fazer um outro homem negro errado, e eu nunca pesou para essas duas famílias sua perda. Tudo me bateu naquele dia com aquela cena, os Goldman, os Browns - seus filhos que se foram. Se você acredita que ele fez isso ou não, era algo que eu, pessoalmente, não me preocupava. Eu me sentia culpado por aquilo.

O ator ainda conta como fez para separar sua visão pessoal sobre o caso, que ganhou fama no mundo inteiro nos anos 90, de forma que não interferisse em sua atuação na série:

É o meu trabalho me divorciar disso. Se eu acho que  é uma coisa e eu estou interpretando apenas isso, no fundo da minha mente, eu estou perdendo todas as outras coisas que poderiam ser. 

Durante as filmagens, o diretor Ryan Murphy costumava fazer duas tomadas de cada cena, em que ele instruiu Gooding Jr. a fazer o olhar culpado, e outro para olhar inocente:

- Ele diz para você: Neste take, eu quero que você interprete desta maneira. Dessa forma, pode estar mostrando a culpa de O.J, ou pode retratar a frustração de sua inocência. Tenho de ser fiel ao que ele está me pedindo para fazer. Então, eu não posso me deixar ser muito convencido por um estado de espírito ou uma maneira de pensar. 

Para o ator, a série vai ainda muito além de examinar a culpa ou inocência do personagem:

- Esse show não está dizendo se O.J fez isso ou não fez aquilo. Nós não estamos sobre o veredicto. Ouvimos o veredicto. Eles não acharam que fosse culpado. Mas se você assistir a todos esses episódios, eu realmente acredito que todo mundo vai dizer: Claro que consideraram ele inocente. Isso que é o foco: Mostrar o absurdo dos eventos de vida em torno de que é o julgamento.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.