X

FOTOS

Publicada em 15/08/2018 às 18:06 | Atualizada em 15/08/2018 às 18:05

Prestes a voltar à telona como vilão de Sonic, Jim Carrey dispara: Meu plano era destruir Hollywood

O ator estará de volta às telonas no filme de Sonic

Da Redação

Ele é conhecido como um dos atores mais engraçados de Hollywood. Mas quem acompanha sua vida fora das telonas também sabe que ele é cercado de polêmicas e excentricidades. Passando pelo suicídio da ex-namorada e por sua nova carreira como artista plástico - onde produz várias obras de fundo político.

Agora, prestes a começar a filmar como o vilão Robotnik no longa sobre o porco-espinho mais famoso do mundo, Sonic - quatro anos após seu último grande longa, Debi e Lóide 2, ele deu uma entrevista à revista Hollywood Reporter, onde falou sobre sua vida e carreira.

Falando sobre o papel que o consagrou, Ace Ventura, lançado em 1994, ele disparou:

Meu plano não era fazer parte de Hollywood, era destruí-la. Tipo, dar uma martelada nos protagonistas e toda aquela seriedade.

Dias antes do filme ser lançado para o público, ele conta que seus agentes o chamaram para jantar e deram a notícia: os dois críticos de cinema mais influentes da época odiaram violentamente o longa. Mas parece que o público não concordou, já que Ace arrecadou mais de 100 milhões de dólares em bilheteria. O Máscara, outro sucesso, rendeu a Carrey 450 mil dólares, já o próximo filme, Debi e Lóide, rendeu sete milhões, em 1995. Em 1996, ele já era o ator mais bem-pago de Hollywood em O Pentelho.

O talento de Carrey se desenvolveu durante sua infância, em Toronto, quando ele, se não escrevendo poesia ou lendo sobre filosofia, fazia imitações. Aos 10 anos, ele já imitava 120 personagens. Mas, por trás das gargalhadas havia um motivo:

Minha mãe não se sentia bem a maior parte do tempo. (...) Ela era viciada em remédios para dor. Ela estava muito doente em muitos sentidos. (...) Ela estava sempre presente para mim, sempre na casa - mas se você está chapada de remédios, isso é abandono.

Sobre o pai, ele afirma que sempre quis ser como Percy Carrey. 

Após uma fase, por volta dos 12 anos de idade, quando seu pai perdeu o emprego e tudo desandou para a família, ele largou a escola aos 16 anos e começou a se apresentar em clubes de comédia de Toronto. Depois disso, foi chamado para apresentações em Las Vegas e o caminho continuou até seu grande papel na TV na série In Living Color, em 1990.

Sobre a fama estrondosa, ele disparou: 

Tem uma leveza nisso. Você pode sonhar o quanto quiser sobre a fama, mas até você conseguir, você não percebe que não é um lugar que é confortável por muito tempo.

Carrey afirma que a fama afetou pessoas próximas a ele, incluindo sua filha, Jane, de 30 anos, fruto de seu casamento com Melissa Womer, que foi de 1987 a 1995:

Ela escreveu em seu diário, tipo na primeira série "Eu sei que as crianças mais velhas só querem ficar comigo porque sabem quem é meu pai". E quando comecei a pegá-la na escola, o pátio todo me rodeava, porque eu era todos os personagens favoritos deles. Penso sobre isso e como deve ter sido difícil para ela encontrar a si mesma nisso - ser definida pelo pai daquele jeito.

Jim revelou que continua próximo da filha e do neto, Jackson, de oito anos, cujos jogos de futebol americano ele frequenta semanalmente.

Estrelando a série Kidding, que ele já está terminando de gravar, uma comédia-dramática sobre um ator infantil que luta para manter a imagem pública quando sua vida pessoal está desmoronando, ele afirma que não se sente obrigado a voltar aos personagens caricatos que o público espera:

Mas ouço as vozes [pedindo]. Ouço as pessoas dizerem: "Por que ele não é apenas engraçado?" Mas isso nunca importou para mim. Para mim é assim: esse é o experimento esta noite. Se você gostar, ótimo, se não, tá legal, também. Vai ter outro amanhã.

Conheça, abaixo, mais do lado dramático de Jim Carrey:





Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Para quem vai a sua torcida na final de A Fazenda 11?

Obrigado! Seu voto foi enviado.