X

NOTÍCIAS

Publicada em 25/08/2015 às 17:00 | Atualizada em 25/08/2015 às 18:13

Paul McCartney temeu pela sua vida após morte de John Lennon

O ex-Beatle temeu pela própria vida durante um bom tempo após assassinato do amigo

da Redação

Divulgação

Depois que John Lennon foi assassinado, em 1980, muita coisa mudou, como o receio de Paul McCartney de sair às ruas, com medo de sofrer algum ataque.

Em uma entrevista publicada no site da revista americana NME, o ex-Beatle revelou que ficou aterrorizado com a notícia da morte de Lennon, principalmente depois de ver pessoas armadas avançando sobre sua própria casa no campo, localizada no sul da Inglaterra.

- Na minha casa tinha uma pequena cerca, apenas para manter as raposas longe das galinhas. Naquela época, eu estava a todo instante em estado de alerta e quando olho para fora vejo alguém com uma arma, tipo um rifle de assalto. Depois eu soube que era uma manobra militar para me proteger

McCartney também finalizou a entrevista dizendo que se sentiu frustrado com o público após a morte de Lennon. Essa não é a primeira vez que o cantor alfineta o público sobre a percepção com o falecido amigo. 

- Eu comecei a ficar frustrado porque as pessoas dizem que apenas ele era os Beatles. E o Ringo? E o George? Há alguns anos, éramos todos iguais.

Vale lembrar que Paul e Ringo voltaram a se apresentar juntos no Grammy, após um longo período afastados do palco.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você é igual ao Caio Castro no primeiro encontro?

Obrigado! Seu voto foi enviado.