X

NOTÍCIAS

Publicada em 10/11/2016 às 09:46 | Atualizada em 10/11/2016 às 10:33

Luiza Brunet diz que está exercendo seus direitos após pedir metade dos bens de Lírio Parisotto

Além de processá-lo por uma suposta agressão, a atriz ainda estaria pedido o reconhecimento da união estável de cinco anos

Da Redação

AgNews

Luiza Brunet está movendo mais uma ação contra seu ex-companheiro Lírio Parisotto. Após acusá-lo de agressão, a atriz agora pede reconhecimento da união estável do casal ao longo de cinco anos, além de metade dos bens arrecadados por ele nesse tempo.

Ao ESTRELANDO, a assessoria de imprensa da atriz e ex-modelo enviou por meio de nota à imprensa um comunicado sobre o novo desdobramento da batalha judicial entre Luiza e Lírio, afirmando que ela está apenas exercendo seus direitos:

Os advogados de Luiza Brunet esclarecem que o pedido de reconhecimento e dissolução de união estável com Lírio Parisotto não tem relação com o processo judicial em que o empresário é réu por agredir a ex-companheira. O pedido de divisão de bens é restrito ao patrimônio adquirido durante os cinco anos que o casal esteve junto. Luiza está fazendo valer, de forma legítima, os seus direitos. Não é porque o relacionamento terminou de forma litigiosa que ela vai abrir mão de buscar justiça. Achar que Luiza não deveria buscar seus direitos é uma interpretação equivocada e que só beneficia o agressor, afirma Pedro da Fonseca, advogado da atriz. 

No Instagram, Luiza Brunet, que já disse que perdoou Lírio pela suposta agressão que teria acontecido em maio,  também se manifestou sobre a repercussão do caso e publicou uma foto em que aparece pensativa ao fazer uma selfie. Na legenda, explicou aos fãs: Sobre os temas publicados hoje na mídia, gostaria de esclarecer que mantive um relacionamento de cinco anos com Lírio e estou fazendo o que qualquer mulher faria: exercendo meus direitos. #coragempramudar.

Já a assessoria de imprensa do empresário Lírio Parissotto informou que o advogado de Lírio, Luiz Kignel, da PLKC Advogados, afirmou que o empresário foi citado judicialmente na última terça-feira, dia 8.  Em entrevista ao site da Veja, Luiz Kignel, disse que terá que apresentar a defesa do empresário em até quinze dias, nega a união estável entre os dois: 

Nós estamos seguros de que eles namoraram por quatro anos, com interrupções. No meio-tempo, ela até chegou a ter outro namorado. Eles foram e voltaram, sempre como namorados. Nunca houve união estável entre eles. A união estável tem essa informalidade. Mas precisa haver uma comunhão de vidas, é uma relação com o fim de formar, efetivamente, um núcleo familiar. E os dois precisam declarar abertamente essa intenção. Mas Lírio e Bruna sempre se reconheceram como namorados, não só para amigos, mas perante a sociedade, nas entrevistas que deram. 

Ao veículo, o advogado ainda afirmou que Lírio e sua equipe já esperavam essa atitude de Luiza Brunet: Não foi uma surpresa, porque ela já havia feito um pedido de acordo no valor de 100 milhões de reais em maio, quando se separaram, também alegando que eles estavam em uma união estável. A gente não fez sequer uma contraoferta, porque entendemos que não houve união estável.


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual casal você gostaria que anunciasse uma gravidez ainda este ano?

Obrigado! Seu voto foi enviado.