X

NOTÍCIAS

Publicada em 23/11/2016 às 06:00 | Atualizada em 23/11/2016 às 07:20

Roberto Justus fala sobre disputar a presidência: - Sempre disse que nunca faria. Agora disse que posso pensar no assunto

Ele ainda comentou sobre como seria Ana Paula Siebert primeira-dama: - Entraria no Livro dos Recordes como a primeira-dama mais linda da história da humanidade

Stella Oliveira

AgNews

Depois de dois apresentadores do programa O Aprendiz, Donald Trump nos Estados Unidos, e João Dória, da versão nacional, se aventurarem na política com sucesso, esta semana a imprensa noticiou que Roberto Justus, apresentador da Record que também comandou o reality, pode se candidatar à presidência da república. 

E é claro que, na noite de terça-feira, dia 22, quando ele chegou ao jantar do Instituto Record de Responsabilidade Social, Ressoar, esse foi o assunto que foi logo abordado. Roberto, então, deixou claro que está apenas considerando a possibilidade:

- Aceitei participar do conselho de desenvolvimento econômico e social, do presidente Temer (...), e estimulado de ver, não por causa de Dória ou de Trump, mas que as pessoas já cansaram dos políticos profissionais - e olha, o Brasil precisa de bons políticos - mas um gestor, alguém que tem uma boa experiência em gestão, um olhar diferente, acho que caberia. Não estou falando eu não, mas gostaria de ver no Brasil um presidente não-político. (...) Olha, eu sempre disse que nunca faria. Agora disse que posso até pensar no assunto, e já virou a manchete: Justus candidato 2018. Justus não é candidato a 2018! Se por acaso surgir uma oportunidade, e achar que é o momento, posso pensar no assunto. 

E será que o público dele na televisão irá votar no Justus candidato?

- O dia em que eu decidir me candidatar a um cargo público, aí vou me preocupar com isso. Acho que você tem que ser você, eu sou eu, ame-o ou deixe-o. Não tenho que me preocupar em convencer ninguém de nada, sempre fui assim, minha carreira toda. No Aprendiz, como chefe durão, isso ajudou a formar uma imagem exigente, implacável, acho que o Brasil precisa de um chefão durão, uma equipe maravilhosa para trabalhar junto. 

Ele também deu sua opinião sobre Donald Trump, presidente eleito dos Estados Unidos:

- Donald Trump é uma figura, temos que respeitar o que ele conseguiu fazer lá. Não gosto dos pensamentos ideológicos dele, nem do radicalismo dele. Gosto do estilo verdadeiro, sincero dele, sou muito como ele nesse sentido, de falar o que penso. Mas não concordo com as posições. Mas acho que aquilo também foi uma coisa eleitoreira, estamos vendo, ainda bem, um Trump mais equilibrado. Acho que ele vai mudar algumas posições, o mundo precisa disso. O sistema democrático norte-americano é forte e não permite nada muito fora do eixo. 

E será que Ana Paula Siebert, sua esposa, que ele inclusive conheceu no Aprendiz, gosta da ideia de ser primeira-dama?

- Acho que ela entraria no Livro dos Recordes como a primeira-dama mais linda do história da humanidade (risos). Ela não gosta da ideia.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famosa mais te surpreendeu ao ter seu nome envolvido na polêmica de Arthur Aguiar?

Obrigado! Seu voto foi enviado.