X

NOTÍCIAS

Publicada em 02/03/2018 às 08:29 | Atualizada em 02/03/2018 às 09:16

Evan Rachel Wood dá relato chocante sobre estupro que sofreu

A atriz de Westworld relembrou os momentos de pânico que sofreu nas mãos de um ex-namorado

Da Redação

Divulgação

Nesta semana, Evan Rachel Wood fez um relato chocante sobre os abusos que sofreu quando mais nova. Segundo informações do site norte-americano People, a atriz de Westworld deu um depoimento para o Subcomitê Judiciário da Câmera de Washington, nos Estados Unidos, para defender os atos de declaração de direitos dos sobreviventes de agressões sexuais em todos os 50 estados do país. Durante a audiência, a artista alegou que sofreu duas violações há uma década, e ainda descreveu o abuso que ela sofreu de um dos seus namorados anteriores.

- Começou devagar, mas foi piorando com o passar do tempo, inclusive sofri ameaças contra a minha vida, uma manipulação emocional e psicológica severa, e acordei ao lado do homem que dizia me amar enquanto estuprava o que ele acreditava ser o meu corpo inconsciente. E a pior parte é: rituais doentes em que ele amarrava meus pés e mãos para que eu fosse mentalmente e fisicamente torturada até o meu abusador acreditar que eu tinha provado o meu amor por ele. Enquanto eu estive amarrada e enquanto ele me batia, eu senti verdadeiramente que poderia morrer. Não porque o meu abusador me disse Eu poderia te matar agora, mas porque naquele momento eu senti que deixei o meu corpo e estava com muito medo para fugir. 

Após passar pelo relacionamento abusivo, Wood infelizmente foi estuprada uma segunda vez

- Por conta desse abuso, quando eu fui jogada no chão de um quarto por outro estuprador, meu corpo instintivamente soube o que fazer: desaparecer. Ter sofrido abuso e estupro anteriormente fez com que fosse mais fácil fazerem isso comigo pela segunda vez - não o contrário. Eu sofri tanto que tentei cometer suicídio duas vezes, o que me levou a um hospital psiquiátrico por um curto período de tempo. Mas esta foi uma reviravolta na minha vida, quando eu comecei a procurar ajuda profissional que me ajudasse a lidar com meu trauma e com meu estresse mental. Mas outras não possuem tanta sorte, e por conta disso o estupro é mais do que alguns minutos de trauma, e sim uma morte lenta. 

A atriz também contou que sentia muita culpa no passado.

- Eu pensava que era o único ser humano que já havia passado por isso e carreguei muita culpa e confusão sobre a minha reação com o abuso. Eu aceitei a minha impotência e senti que merecia aquilo de alguma forma. 

Assista abaixo ao vídeo (em inglês) do depoimento a partir do minuto 18:


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você acha da tentativa de retomada do casamento de Gusttavo Lima e Andressa Suita?

Obrigado! Seu voto foi enviado.