X

NOTÍCIAS

Publicada em 10/12/2018 às 13:39 | Atualizada em 10/12/2018 às 14:22

Astro de Creed II fala sobre experiência com fãs em São Paulo: - Ponto alto da minha carreira

O boxeador romeno que fez sua estreia em Hollywood no longa conversou com jornalistas em São Paulo

Stella Oliveira

Divulgação

Creed II, que estreia dia 24 de janeiro no Brasil, traz uma bela surpresa aos fãs de cinema - e principalmente dos filmes de Rocky Balboa: a história remonta à trama de Rocky IV, em que Apollo Creed, treinado por Balboa, morre no ringue, após uma luta violenta contra Ivan Drago, um dos vilões mais icônicos do cinema. 

No novo filme da saga de Adonis Creed, o filho de Apollo, interpretado pelo galã Michael B. Jordan, é desafiado por Viktor Drago, primeiro papel de Florian Munteanu em Hollywood, pelo cinturão de campeão dos peso-pesados. 

Ao entrar na sala aonde conversou com jornalistas na segunda-feira, dia 10, Florian levantou sobrancelhas, não só por seus 1,93 metros de altura e quase 112 quilos, mas também pela ferocidade que passa na tela - já que todos presentes haviam assistido ao filme na semana anterior, em preparação para o encontro. 

Mas, assim que ele cumprimentou os jornalistas e se sentou na mesa para iniciar as entrevistas, já mostrou a simpatia e alegria de quem vive uma espécie de conto de fadas. Florian é um lutador romeno que só havia participado de um filme, em seu país natal, antes de entrar em uma das sagas mais famosas do mundo. E mais: ele foi descoberto por Rocky em pessoa, Sylvester Stallone, que o entrevistou para o papel por Skype, após uma caça ao redor do mundo por alguém que fosse bonito, soubesse lutar, lembrasse Dolph Lundgren, que vive Ivan Drago nos filmes, e é claro, pudesse atuar.

Florian contou sobre fazer parte do projeto:

- Para mim, antes de tudo foi uma honra. Sou novato, entrar nessa franquia, me juntar a esse elenco, é inacreditável. Ivan Drago é um dos vilões mais memoráveis de todos os tempos.

Por falar em Ivan Drago, para viver Viktor Drago, e criar o entrosamento que vemos na tela entre Munteanu e Dolph Lundgren, os dois passaram muito tempo juntos:

- Em primeiro lugar, foi muito fácil se conectar com a história porque [assim como no filme] meu pai é a pessoa mais importante para mim, foi meu primeiro treinador e me trouxe para o esporte. E Dolph é uma das pessoas mais incríveis, ele fez tudo muito fácil para mim, quis que treinássemos juntos, jantássemos juntos, para criar esse laço de pai e filho. Nos gostamos muito na vida real, e acho que dá pra ver isso na tela.

Munteanu também falou sobre como está sendo sua experiência no Brasil - e citou a participação na CCXP:

- Sou um grande fã de futebol! Meu pai torcia pelo Brasil, então cresci assistindo Romário, Rivaldo, Ronaldo. Meu sonho sempre foi vir ao Brasil, mas nunca tinha acontecido. Agora que estou aqui, e contei a Michael isso ontem, o momento em que subi no palco na CCXP foi o ponto alto de minha carreira até agora. A energia, o amor das pessoas! E foi genuíno, não foi encenado. É isso que amamos no Brasil, são tão apaixonados. É o mesmo no futebol. Quando entram no estádio e torcem e gritam. É incrível.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famosa mais te surpreendeu ao ter seu nome envolvido na polêmica de Arthur Aguiar?

Obrigado! Seu voto foi enviado.