X

NOTÍCIAS

Publicada em 21/02/2019 às 13:25 | Atualizada em 21/02/2019 às 13:29

Supostas vítimas de Michael Jackson afirmam terem feito sextape com cantor

Os depoimentos de Wade Robson e James Safechuck estão relatados no documentário Leaving Neverland, que ganhou seu trailer recentemente

Da Redação

Divulgação

O documentário que acusa Michael Jackson de abuso sexual ganhou seu trailer e, agora, nesta quinta-feira, dia 21, novas informações sobre a produção Leaving Neverland foram divulgadas. Para o jornal norte-americano USA Today, as supostas vítimas, Wade Robson e James Safechuck, revelaram que o cantor os fazia consumir álcool e ver revistas pornográficas, além de gravar as relações sexuais que tinham - sem uso de preservativos.

- Ele surtou no momento em que percebeu o que havia feito. Na hora ele achou divertido e não estava pensando, mas depois refletiu. Ele era muito cuidadoso com tudo o que fazia, mas dessa vez se deixou levar, contou Safechuck.

No documentário, o entrevistado afirma que Michael organizou uma cerimônia de casamento com ele e que precisou trocar alianças, votos e declarações de amor com o cantor.

- Foi mais um reforço de como: Não se preocupe. Estaremos sempre juntos. Sempre teremos esse amor. 

O anel seria uma das muitas peças de joalheria que Jackson havia dado para o menino como recompensas por atos sexuais.

- Eu tinha um sentimento que precisava o impressionar enquanto estava em Neverland, precisava ser a pessoa favorita da vida dele, então por mais maluco que seja, o sexo era a minha zona de segurança, revela também Robson, citando o domínio psicológico que o músico tinha em relação a ele. 

O diretor da produção, Dan Reed, também foi a público para falar sobre os supostos feitos do cantor. De acordo com a Vice, o cineasta acredita que Michael era um predador sexual e que teria abusado de centenas de crianças ao longo de sua carreira. 

- A maioria dos fãs de Michael Jackson irão ficar muito chocadas ao ver esse caso de abuso, assim como eu fiquei. [...] Eu não tinha opinião formada sobre ele ser um pedófilo. Eu acreditava que ele era um cara legal, que fazia músicas boas, parecia ser gentil com as crianças e eu acho que muitos também pensavam isso. Infelizmente veio à tona que ele era um predador sexual.

Reed ainda afirma que um filme como o dele não poderia ser feito antes, já que o cantor tinha poderosos advogados. Veja, abaixo, o trailer do documentário:


A seguir, relembre as polêmicas de Michael Jackson e sua família!


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual acontecimento você estava mais ansioso para que acontecesse?

Obrigado! Seu voto foi enviado.