X

NOTÍCIAS

Publicada em 25/02/2019 às 12:22 | Atualizada em 26/02/2019 às 02:38

Macaulay Culkin ironiza em suas redes sociais por não ter sido convidado para o Oscar 2019

O ator de 38 anos de idade já havia chamado atenção em janeiro desse ano ao comentar que não sabia da indicação de seu irmão para o Globo de Ouro 2019

Da Redação

Divulgação

Vira e mexe Macaulay Culkin chama a atenção na web por conta de suas declarações ora cômicas, ora controversas. Desta vez, não foi diferente! O ator, que ficou mundialmente conhecido por protagonizar o sucesso dos anos 90, Esqueceram de Mim, foi até seu Twitter para ironizar o fato de não ter sido chamado para o Oscar 2019, que aconteceu no último domingo, dia 24.

Acabei de descobrir que eles não terão um apresentador neste ano. Estou voltando para casa!, escreveu o ator como legenda em uma foto em preto e branco, também postada em seu Instagram, em que aparece de smoking de cabeça baixa.

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por Macaulay 'Instagram' Culkin (@culkamania) em

Em seguida, o ator de 38 anos de idade, marcou os apresentadores Jimmy Kimmel e Billy Crystal em outro tweet e questionou: 

Aparentemente existe uma lista na qual o seu nome deve estar para ser apresentador. Vocês conseguem me colocar nesta lista?

Essa não é a primeira vez que Macaulay fala sobre premiações em suas redes sociais. Em janeiro desse ano, ele polemizou ao comentar que não sabia que seu irmão, Kieran Culkin, havia sido indicado para o Globo de Ouro 2019.

Caramba, o Kieran foi nomeado? [...] Eu realmente deveria atender às suas ligações com mais frequência. Acho que no nosso Dia de Ação de Graças vai ser muito estranho neste ano, escreveu ele.

A seguir, aproveite para conferir tudo que rolou no Oscar 2019 mas você não viu!


Segundo o site Deadline, foram dois os motivos de descontamento do diretor. Primeiro, por conta da escolha dos lugares da premiação. Spike imaginou que venceria a categoria mais importante da noite, já que havia sido colocado para sentar muito perto do palco. Já o segundo motivo é um pouco mais complicado, uma vez que, de acordo com ele, Green Book: o Guia não discute o racismo da melhor forma como seu filme, Infiltrado na Klan.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

De que lado você está na polêmica envolvendo Luísa Sonza e Whindersson Nunes?

Obrigado! Seu voto foi enviado.