X

NOTÍCIAS

Publicada em 02/05/2019 às 18:25 | Atualizada em 02/05/2019 às 18:25

Malvino Salvador fala sobre personagem que pode ser gay em A Dona do Pedaço: - Eu quero que dê certo

O ator falou sobre Agno, seu mais novo personagem, que pode ter um caso com o papel de Caio Castro na trama

Roseanne Santos e Luiza Aloi

Divulgação-TV Globo

Nessa quinta-feira, dia 2, rolou a coletiva de imprensa de A Dona do Pedaço, a próxima novela das nove, que irá substituir O Sétimo Guardião na TV Globo. O ESTRELANDO conversou com Malvino Salvador que viverá Agno, um personagem hétero, que é casado com Lyris, o papel de Deborah Evelyn, mas que eventualmente pode viver um caso amoroso com Rock, vivido por Caio Castro.

A repercussão da notícia foi negativa na comunidade LGBT, mas o ator avisou que, por enquanto, não se sabe realmente se o caso entre os dois será algo mesmo explorado por Walcyr Carrasco, autor da novela:

- Eu quero que dê certo. Se tem beijo, se não tem beijo, isso não importa. Eu quero que o personagem conquiste o público, consiga se conectar com ele. 

Ele ainda continua:

- Não apareceu ainda em que ponto, que maneira que aparece, esse lado da sexualidade do personagem Agno, que ainda não tá 100% definido. O Walcyr (Carrasco, autor da novela) não fechou nada ainda. Ele foi muito claro, na última reunião que nós tivemos e disse: Olha, eu não sei 100% se ele vai ser realmente gay. Ou se é bi. Ou se não é nada disso. Quero trabalhar nisso apostando que vai dar uma coisa boa. Então também nesse ponto a gente não fica engessado. Ele foi muito claro: deixa a cabeça aberta pra que se eu quiser mudar alguma coisa, a gente muda. 

Malvino ainda informou:

- Eu gosto muito do modo como o Walcyr conduz as tramas dele. E por isso também que eu tô me deixando muito aberto. Estou aberto a qualquer caminho que ele encaminhar para o personagem. E eu vou tentar da melhor maneira possível tentar atingir o ponto psicológico dele, tentar entender a essência dessas questões, que pra mim é o mais importante. 

Por fim, ainda falou sobre o preconceito que rola ainda com tramas que trazem personagens LGBT:

- Existe muito preconceito, nós vivemos em uma sociedade muito conservadora. Eu acho que ainda pode criar rejeição, sim, mas se o personagem for muito bem conduzido ele consegue atingir o público através da emoção. (...) Ele acaba entrando nesse jogo e esquece essa coisa do preconceito. Então o mais importante é a trama e como nós atores conseguimos nos conectar com a trama. (...) Vou fazer ao máximo para isso dar certo. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que Fernanda Souza e Thiaguinho podem reatar o casamento?

Obrigado! Seu voto foi enviado.