X

NOTÍCIAS

Publicada em 08/09/2019 às 15:00 | Atualizada em 08/09/2019 às 15:09

Após polêmica na Bienal, Felipe Neto desabafa: Fui criado achando que a homossexualidade era pecado

O YouTuber ainda falou que a leitura o fez melhorar muito e ampliar os seus horizontes

Da Redação

Divulgação

Felipe Neto ganhou um certo protagonismo após toda a polêmica envolvendo o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, da Bienal do Livro. Para quem não sabe a história, o prefeito pediu para ser retirado de todo evento uma história em quadrinhos que estampava dois garotos se beijando na capa. A censura tomou conta não só dos presentes que acharam um absurdo, mas também de muitos famosos que decidiram protestar contra o que estava acontecendo, e o que foi o caso de Felipe Neto.

O YouTuber resolveu distribuir sem custo algum 14 mil exemplares de diversos livros com a temática LGBTQIA+ e a ação foi certamente um sucesso, porque em poucas horas muitos jovens, adultos e crianças passaram para pegar o seu exemplar com a produção do influencer. Felipe aproveitou o dia após o ocorrido, neste domingo, dia 8, para dar uma entrevista para o blog do Leo Dias e comentou que apenas fez a sua parte com a atitude que tomou e que já passou da hora da sociedade entender que um beijo entre duas pessoas do mesmo sexo não é errado.

Beijo gay não é pornografia, não é imoral e não pode jamais ser censurado. Amar não é errado. 

Neto tem noção da quantidade de gente com quem ele fala e está extremamente ciente de seu papel como formador de opinião. O influencer conta ainda na entrevista que o jovem de hoje em dia não quer sermão, mas exemplos, como o que ele deu neste momento contra uma eventual censura.

Eu tento inspirá-los através de ações, e acredito que eles enxerguem isso!

Ele chegou até a lembrar em um determinado momento da entrevista que já fez dentro da sua carreira no YouTube alguns vídeos com conteúdos intolerantes, mas que a leitura o fez melhorar muito e ampliar os horizontes, e se tornar, claro, uma pessoa com os olhos abertos para a diversidade.

Eu fui criado de maneira tradicional e conservadora, acreditando que a homossexualidade era pecado. O grande motivo de ter me desprendido desses conceitos reacionários foi a paixão que desenvolvi pela leitura e a pesquisa. A leitura me libertou e me fez enxergar a necessidade de luta por uma sociedade que abraça a diversidade. 

Já nas redes sociais, Felipe Neto dividiu opiniões e muitos pais, afinal o público do YouTuber é totalmente infantil, comentaram que não deixariam mais os filhos assistirem aos vídeos dele por ele simplesmente influenciar esse tipo de leitura. Outros chegaram a defender comentando que ele amadureceu muito e que se ninguém tomar o primeiro passo, a sociedade jamais vai ser melhorada. Uma grande confusão, né!? Confira o vídeo em que ele fala sobre tudo o que aconteceu e faz o seu posicionamento contra Marcelo Crivella:


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual curiosidade sobre a Rainha Elizabeth II você achou mais diferente?

Obrigado! Seu voto foi enviado.