X

NOTÍCIAS

Publicada em 27/09/2019 às 13:39 | Atualizada em 27/09/2019 às 13:58

Mais duas pessoas são presas pela morte do rapper Mac Miller

As investigações apontam que Mac morreu após ingerir doses letais de pílulas fornecidas por traficantes

Da Redação

Divulgação

E a polêmica em torno da morte do rapper Mac Miller continua. Segundo informações do site TMZ, mais duas pessoas foram presas por fornecerem pílulas com doses letais ao músico, que morreu no dia 7 de setembro de 2018 vítima de uma overdose. Fontes afirmaram ao veículo que um homem chamado Stephen Stevie Walter foi preso na última segunda-feira, dia 23, na região de Los Angeles, nos Estados Unidos. De acordo com documentos obtidos nas investigações policias, Walter foi contatado por Cameron James Pettit, o primeiro a ser preso, na noite do dia 4 de setembro, pedindo dez pílulas azuis.

Pettit enviou um outro traficante para entregar as pílulas a Mac, na madrugada do dia 5 de setembro. Este intermediador foi posteriormente identificado como Ryan Reavis, que também foi preso no início desta semana. 

Por enquanto, apenas Pettit recebeu uma acusação formal da polícia. Ele responderá por distribuição de uma substância controlada em relação à morte de Mac.

A seguir, saiba tudo sobre a morte de Mac Miller:


Quando morreu, Mac Miller tinha uma net worth de nove milhões de dólares, quase 40 milhões de reais. Além disso, segundo a Billboard, as reproduções de suas músicas aumentaram 970% após a morte.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que o affair de Grazi Massafera e Caio Castro vai virar namoro?

Obrigado! Seu voto foi enviado.