X

NOTÍCIAS

Publicada em 19/02/2020 às 10:20 | Atualizada em 19/02/2020 às 10:23

Anitta rebate motorista que justificou assédio ao afirmar que menina estava usando shorts do tipo Anitta

A cantora postou mensagens em seu Twitter e mostrou sua revolta em relação ao caso

Da Redação

Divulgação

Anitta se revoltou ao ficar sabendo da história de uma menina, de 17 anos de idade, que foi assediada por um motorista de aplicativo no Rio Grande do Sul. Ao tentar se justificar, o homem afirmou, em conversa com a imprensa, que a vítima usava um shorts do tipo Anitta. Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, ele disse o seguinte:

- Ela estava com um shorts do tipo Anitta, com uma mini blusa, com as pernas abertas no banco e chamando atenção.

A história chegou até a cantora, que usou o Twitter para expor a sua indignação com o caso e, de quebra, por ter sido usada como uma justificativa ao assédio:

Acabei de receber este vídeo onde o motorista de Uber que assediou uma passageira menor de idade tenta justificar o injustificável (seu assédio) dizendo que a menina estava usando um short tipo Anitta e sentada numa posição favorável ao assédio. NADA justifica um assédio. A forma de se vestir, sentar, falar etc. não significa qualquer autorização ou pedido ou convite a ser assediada e/ou invadida, abusada, estuprada etc.

Ela, que pode estar namorando, ainda conclui:

Quanto à menina estar usando um short tipo Anitta, pra mim significa que ela é independente, não tem medo de ser quem ela quer e, acima de tudo, bem inteligente pra denunciar e expor um assediador para que outras meninas não passem pelo mesmo que ela.

Arrasou, né? 

De acordo com o Estadão, a menina realizou a corrida com o motorista de aplicativo no último domingo, dia 16, e gravou a situação em que foi assediada, a partir do momento em que começou a se sentir desconfortável. No registro, é possível ouvir o motorista dizendo que poderia namorar com ela e que eu faria coisas que teu pai não faria. Pode ter certeza.

Ao fim da corrida, ela registrou um boletim de ocorrência em uma delegacia para mulheres, além de ter reportado para o aplicativo tudo o que aconteceu. Pouco depois, o app anunciou que o motorista estava banido da plataforma. 

Logo abaixo, relembre casos de assédio do mundo dos famosos:


John Lasseter, chefe de animação da Disney e da Pixar, que dirigiu grandes filmes como Toy Story, Carros e Vida de Inseto, anunciou para seus funcionários o afastamento de seu cargo após o The Hollywood Reporter reunir uma série de acusações de má conduta. O site norte-americano relatou que fontes informaram que John era conhecido por agarrar, beijar e fazer comentários sobre aparência física. A atriz Rashida Jones e seu parceiro Will McCormack teriam até desistido de escrever o roteiro de Toy Story 4, por causa do assédio de Lasseter. Em comunicado interno, ele não fala sobre o assédio, mas pede desculpas se alguém se sentiu desrespeitado ou desconfortável por causa de conversas dolorosas e erros que ele cometeu durante a carreira. Recentemente tive diversas conversas que foram muito dolorosas para mim. Nunca é fácil assumir erros, mas é a única forma de aprender. Como resultado, tenho pensado muito no líder que sou hoje comparado ao mentor, defensor e exemplo que quero ser. Foi me dito que fiz alguns de vocês se sentirem desrespeitados e constrangidos. Essa nunca foi a minha intenção. Coletivamente, vocês são o meu mundo e me desculpo profundamente se os decepcionei. Quero me desculpar especialmente com qualquer um que tenha recebido um abraço indesejado ou qualquer gesto, de qualquer forma ou maneira, que pareça inapropriado. Não importa o quão benigna tenha sido minha intenção, todos tem o direito de estabelecer os próprios limites e tê-los respeitados, disse em comunicado. Lasseter ainda continuou e afirmou que irá se afastar do cargo por causa das acusações: Por mais difícil que seja para mim me afastar de um trabalho que amo e de um time que tenho em alta consideração, não apenas como artistas, mas como pessoas, sei que isso é o melhor para todos agora. Minha esperança é que esses seis meses sabáticos sejam a oportunidade de me cuidar melhor, recarregar e me inspirar, voltando com discernimento e perspectiva que preciso para ser o líder que vocês merecem.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Quem você não aguenta mais ouvir cantando no BBB20?

Obrigado! Seu voto foi enviado.