X

NOTÍCIAS

Publicada em 10/03/2020 às 14:41 | Atualizada em 10/03/2020 às 17:01

Testamento de Chico Anysio é anulado pela Justiça após humorista deixar o filho de fora do documento

Lug de Paula, que viveu o Seu Boneco no programa do pai, Escolinha do Professor Raimundo, não foi incluído no testamento

Da Redação

Divulgação-TV Globo

O testamento de Chico Anysio, morto em 2012, foi anulado pela Justiça brasileira. A informação foi confirmada pelos advogados de Malga Di Paula, a viúva do humorista. O ator havia deixado um patrimônio de 150 milhões de reais, porém deixou de fora do documento o seu filho, Lug de Paula, que viveu o Seu Boneco no programa do pai, Escolinha do Professor Raimundo, segundo informações do colunista Leo Dias.

Pela lei brasileira, uma pessoa não pode deserdar um filho e retirar sua esposa da divisão de bens. Por isso, o juiz da 2ª Vara da Família da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, decidiu anular esse testamento. 

Além disso, os advogados de Malga, Carlos Sanseverino e Denise Giardino, buscam reconhecê-la como a única herdeira do apartamento onde reside, o que não aconteceu. 

Em nota enviada ao ESTRELANDO, os representes jurídicos de Malga se pronunciaram:

Na qualidade de Advogados de Malga Di Paula, informamos que o testamento de Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho (Chico Anysio) foi declarado nulo por sentença proferida pelo Juiz da 2ª Vara da Família da Barra da Tijuca sob o fundamento de que o testador dispôs da totalidade de seus bens, o que contrariou disposição do Código Civil. Apresentamos recurso de Embargos de Declaração para que o Juiz esclarecesse alguns pontos da decisão, principalmente no que se refere ao imóvel do Edifício Golden Royal, sobre o qual nossa cliente busca o reconhecimento de sua propriedade exclusiva. O recurso foi rejeitado, tendo sido aberto prazo para recorrer para o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, prazo este que expirará no final da próxima semana.

Caso realmente não quisesse que o seu filho Lug ficasse com algo, Chico deveria ter feito uma divisão de bens em vida - o que é raro.

Lembrando que o humorista morreu em 2012, aos 80 anos de idade, após sofrer uma parada cardíaca. Ele estava internado em um hospital para tratar de uma infecção no aparelho digestivo e, depois, pegou uma pneumonia. 

Logo abaixo, confira mais heranças mais polêmicas do mundo dos famosos:


A separação dos bens de Marília Pêra também virou uma novela. A atriz, que morreu em 2015 por conta de um câncer, deixou um testamento, mas seu marido e familiares entraram em conflito. Segundo a colunista Patrícia Kogut, a atriz deixou 87,5% de seus bens para a irmã e os três filhos e 12,5% para Bruno Faria, com quem tinha uma união estável com separação de bens. Bruno chegou a brigar na justiça para ter direito a metade do patrimônio de Marília, enquanto a família da atriz defendeu que o desejo da atriz, manifestado no testamento, fosse mantido.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da mudança de Adele nos últimos meses?

Obrigado! Seu voto foi enviado.