X

NOTÍCIAS

Publicada em 27/05/2020 às 11:38 | Atualizada em 27/05/2020 às 12:51

Um ano sem Gabriel Diniz: noiva do cantor faz desabafo emocionante sobre a morte do artista: A falta que faz é tão, tão grande!

Vida do artista será celebrada em uma missa online nesta quarta-feira, dia 27

Da Redação

Divulgação

A morte do cantor Gabriel Diniz completa um ano nesta quarta-feira, dia 27. Apesar do luto vivido por amigos familiares e fãs, o intuito agora é celebrar a vida do músico, que tinha apenas 28 anos de idade quando sofreu um acidente aéreo fatal na região de Porto do Mato, um povoado do município brasileiro de Estância, em Sergipe. Nas redes sociais, foi divulgada a iniciativa de uma missa online, que será transmitida a partir das 20 horas desta quarta-feira, para lembrar com alegria de todos os momentos marcantes do eterno GD. Veja abaixo:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Gabriel Diniz (@gabrieldiniz) em

27 de maio, dia difícil de ser encarado por nós. A vontade é de acordar desse pesadelo, porém tudo isso é real e não podemos negar que aconteceu. Mas também temos que lembrar e festejar o quanto Gabriel foi feliz e contagiante enquanto esteve entre nós e por isso celebremos a Páscoa dele juntos, com alegria, na certeza de que ele esteja como anjo que é, ao lado de Deus todo poderoso. Então será transmitida a missa de um ano de Gabriel Diniz no Instagram dele e no YouTube, dia 27/05 às 20h.

Além disso, a noiva de Gabriel, Karoline Calheiros, fez uma publicação em homenagem ao amado em seu perfil do Instagram. Karoline compartilhou diversas fotos e vídeos ao lado do cantor e, na legenda do post, escreveu um texto emocionante.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Karoline C. (@karolinecalheiros) em

Um ano sem você... Passou tão rápido. Ao mesmo tempo que a falta que faz é tão, tão grande! Que confuso tudo isso... Deve haver alguma explicação para essa data. Mas acima de tudo sou grata a Deus por você significar tanto pra mim, por ter me ensinado tanto, por você ter vindo a esse mundo pra fazer a diferença dando exemplos tão incríveis para tantos, e um deles é “viver a vida da melhor forma, com alegria e plantando o bem.” Assim seja! Sou grata pelas graças de Deus em minha vida e por Ele me manter firme em alegria, como você sempre quis me ver. Te amo demais! Deus é contigo, minha estrelinha.

Karoline também deu uma entrevista para a revista Marie Claire, onde contou como foram os seus últimos momentos ao lado do artista. No dia 26 de maio de 2019, Gabriel almoçou com ela e outros familiares, e se despediu de todos após a refeição para fazer um show.

Ele estava de blusa branca, bermudinha, uma sandália que eu adorava e um boné. Ele deu um legal, mandou um beijo e foi embora.

Após ter se certificado que o amado entrou no carro que o levaria até o seu voo, Karoline retornou para a mesa do almoço. Então, ela ouviu da mãe e da sogra que estava parecendo triste. 

- Eu respondi Deixem de frescura, ele volta amanhã.

Na madrugada, Karoline conversou com Gabriel por chamada de vídeo. Ele deu os parabéns à ela, já que aquele era o dia do seu aniversário. Na manhã seguinte, o músico confessou que não estava se sentindo muito bem, e que buscaria atendimento médico antes de voar para Maceió. Karol relatou que também teve um estranho mal estar, dias antes.

 - Falei Por que você não pega um avião de carreira? E ele disse Eu vou naquele avião que eu vim. [...] A última mensagem que mandei pra ele foi Mô, está chegando?. Nunca mais eu tive resposta.

Karoline explicou como foram os momentos que antecederam a confirmação da morte.

Descemos para a praia, o Tio Cizi [Cizinato Diniz, pai de Gabriel] que recebeu uma ligação dizendo que tinha acontecido alguma coisa. A gente já começou a se desesperar. No caminho para casa só pegava no telefone para atender ligação de alguns amigos. Eu só dizia Não sei, não sei, reze. Fomos com o som desligado, todos recebendo várias ligações. [...]  Precisei de três confirmações para cair a ficha que Gabriel tinha partido.

Foi uma amiga que confirmou a morte para Karol e a família.

Tenho uma amiga que mora em Aracaju e foi até o local do acidente. Ela me ligou e falou Estou aqui do lado dele. É ele. Mas não me falou como ele estava. Ainda fiquei na esperança achando que ele poderia estar vivo. [Momentos depois] Tio Cizi veio com a foto de Gabriel. Ele falou Filha, olha essa foto. A gente conhece o namorado até de costas. Ele estava com a blusa que eu tinha dado para ele. Nesse momento eu não conseguia falar nada a não ser Mãe, mãe, mãe, no desespero.

Ela também relembrou como se sentiu no velório do amado.

Do momento que eu recebi a notícia ao momento que cheguei no local do velório, me lembro de tudo. A partir de quando o corpo chegou, só tenho flashes. Várias pessoas vieram falar que estavam lá, mas eu não enxergava ninguém. Foram as horas mais tensas da minha vida.

Graduada em Psicologia, Karoline afirma que sua formação, assim como a fé, a ajudaram a lidar e superar a tragédia.

Com o passar do tempo fui percebendo vários sinais que Deus me deu, um preparo para mim e para a família de Gabriel, que a gente só veio enxergar depois, seja um livro que ele deu, uma palavra que ele falou, um momento que passamos. Era uma despedida sem ninguém saber. Vejo que o ser humano é muito racional, a gente gosta muito de procurar o porquê de tudo e nem tudo tem que ter um. Aconteceu, não é fácil. Hoje em dia não consigo mais chorar em público. Não sou 100% forte o tempo todo, mas também não fico procurando explicação de tudo. Que bom que a gente teve o privilégio de conhecer esse ser humano incrível que foi Gabriel.

Outo momento impressionante aconteceu no próprio velório. Ela acredita que foi uma manifestação de sua conexão com Deus.

Ele [Gabriel] sabia dessa minha ligação. Lá no velório fiquei a maioria do tempo do lado do caixão, de repente minha amiga falou Uma borboleta, já despertei. Ela era azul e preta. Veio na minha direção, voou por cima da minha cabeça, depois por cima da cabeça de Gabriel e foi embora, lembrou, afirmando ainda que interpreta as borboletas como um sinal divino. - Naquele momento eu senti que o que eu estava vendo era apenas matéria, isso tinha sido apenas um recado pra mim: Amor, eu estou aqui. Eu sinto dessa forma porque ele entendia bem essa minha conexão. Vários momentos aparecem borboletas para mim em momentos que têm muito significado.

Karol garantiu que sua relação com o artista era extremamente sólida.

- Era bem sério, não era namorico, tínhamos planos de nos casar e termos filho, estávamos num projeto de construir uma casa e morarmos juntos. Mas a gente não chegou a oficializar noivado, não teve um evento, ele dizia que queria casar direto. [...] Acredito que, acima de tudo, Gabriel sempre quis me ver feliz e realizada. No momento que Deus permitir vou constituir minha família. Não procuro isso, mas no dia que acontecer não vou ter vergonha nenhuma, porque é a minha felicidade. Gabriel sempre vai permanecer nas minhas lembranças, mas eu preciso seguir. Se eu fiquei aqui é porque eu ainda tenho muito o que viver. Eu podia estar naquele avião. Eu amava acompanhar Gabriel, se eu pudesse acompanhava em tudo. Cheguei a cogitar em ir naquele dia, não fui porque os meus amigos de fora e a família de Gabriel estavam aqui e tinha que ficar com eles.

E ressaltou que prefere focar nos lindos momentos que viveu ao lado do músico.

Quero dizer que está tudo bem, o pior já passou. Se eu falar que a saudade diminui, não, só aumenta, mas a gente vai aprendendo a cada dia a lidar com tudo isso. O mais importante de tudo é saber o quanto ele foi querido e amado e o quanto fez bem. Sinto muito orgulho da pessoa com quem me relacionei. Sempre estarei lembrando dele e fazendo ele ser lembrado de alguma forma. Sou muita grata acima de tudo.

Pai de Gabriel Diniz também se manifesta

Cizinato Diniz, pai do cantor, também deu uma entrevista à Marie Claire. Segundo ele, nada se compara ao triste momento em que ele descobriu sobre a morte do filho.

Ele [um dos músicos de Gabriel] nunca tinha falado comigo. Nesse dia falou pela primeira vez, me perguntou se estava tudo bem com o Gabriel. Me mostrou fotos que estavam aparecendo na TV do passaporte do Gabriel. Neste momento, percebi que tinha acontecido alguma coisa grave. A ficha que ele tinha morrido só caiu umas 16h. Uma pessoa me mandou a foto do Gabriel na margem do rio, foi muito forte ver essa imagem. O pior dia da minha vida. Não senti nada igual até hoje.

O empresário afirmou que passará esta quarta-feira, dia 27, recolhido com a esposa na casa em que vivem em João Pessoa, na Paraíba.

Agora é ainda mais complicado, temos a certeza que o Gabriel morreu. Sempre tinha a ideia que ele estava viajando. Não que a gente se iludia, mas fica mais claro que realmente é fato e isso entristece a gente. Nos três primeiros meses eu fiquei meio desligado, sendo muito racional, e minha mulher o contrário. Passado esse período algumas coisas se afloraram mais pra mim. Minha esposa sempre foi emotiva, ela tinha uma ligação muito forte com ele. Passei o ano todo dando suporte a ela. Mas no final das contas sentindo cada vez mais a falta e a admiração aumenta, porque ele era extraordinário.

Os pertences pessoais de Gabriel continuam com a família.

- O quarto ficou montado do jeito que estava, confessou Cizinato.

O pai do artista também falou sobre fé.

O que suporta a gente mesmo é Deus e muita oração de fãs. Muitos diariamente falam comigo, colocam a gente na oração deles. Com a partida do Gabriel a gente começou a alimentar mais o sentimento que realmente exista uma vida após a morte, e espero que não seja fantasia. Sei que a gente vai se encontrar, tenho certeza disso. Acredito que Gabriel está em um lugar bacana.

Inquérito sobre acidente continua inconclusivo

De acordo com o jornal Extra, a Polícia Federal de Sergipe ainda não conseguiu concluir a apuração sobre o acidente aéreo que matou Gabriel Diniz e os pilotos Abraão Farias e Linaldo Xavier. O prazo para finalização da investigação está atualmente suspenso pela Justiça, após ter sido prorrogado por meses. A pandemia do novo coronavírus atrapalhou o andamento do inquérito, mas a polícia garantiu que possui interesse em concluir o caso o mais rápido possível. 

Vale lembrar que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) atestou que a aeronave em questão praticava táxi aéreo ilegal. O Aeroclube de Alagoas, proprietário do avião, foi autuado e teve suas atividades suspensas.

A seguir, relembre as mortes mais trágicas do mundo dos famosos:


A realeza britânica não ficou de fora dessa lista, já que a princesa Diana faleceu no dia 31 de agosto de 1997, aos 36 anos de idade. O acidente aconteceu logo após ela, o namorado Dodi al Fayed, e o chofer terem o carro perseguido por paparazzi quando deixaram o Hotel Ritz, em Paris. Informações de que o acidente teria sido encomendado sempre circularam pela mídia britânica, mas até hoje nada foi confirmado e a morte dela é considerada um acidente.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual famosa mais te surpreendeu ao ter seu nome envolvido na polêmica de Arthur Aguiar?

Obrigado! Seu voto foi enviado.