X

NOTÍCIAS

Publicada em 15/07/2020 às 08:00 | Atualizada em 15/07/2020 às 08:11

Após relatar estupro, Juliana Lohmann recebe apoio de famosas como Tatá Werneck, Cleo, Débora Nascimento, Giselle Itié e mais

Maytê Piragibe também dividiu sua história e relatou ter sofrido abusos

Da Redação

Divulgação

Como você viu no ESTRELANDO, Juliana Lohmann relatou, por meio de um texto para a revista Claudia, que foi vítima de estupro aos 18 anos de idade. Na ocasião, um famoso diretor havia convidado-a para o seu quarto de hotel para que ambos pudessem discutir um teste que a atriz faria para um novo papel.

Após o texto, ela ganhou o apoio de diversas famosas, como Maytê Piragibe, que inclusive relatou ter também passado por abusos:

Estamos juntas, mana, também sofri abusos e ainda junto os cacos para quem sabe um dia ter essa coragem como a tua em expor. Não é fácil nem simples, te admiro e estou aqui para ter dar apoio, cuidado e muito afeto. Te respeito ainda mais!

A seguir, veja mais mensagens mandadas para a atriz:

Monica Iozzi: Obrigada por compartilhar sua história conosco, Ju. Admiro sua coragem, sua força, sua doçura e sororidade. Estamos juntas!

Cleo: Ler seu relato causa uma dor muito grande, principalmente por perceber como somos manipuladas para não enxergarmos as agressões que sofremos.Compartilhar esse relato com certeza vai ajudar muitas mulheres a entenderem que a culpa NUNCA é da vítima.Sinta-se abraçada.

Lua Blanco: Muito f**a seu texto. Orgulhosa da coragem que você teve. Vai ajudar muitas mulheres.

Débora Nascimento: Gratidão pela coragem e força de sua troca.

Fabiula Nascimento: Ju, você é imensa. Sinto muito por tudo. Um abraço de amor em você!

Luisa Arraes: Que relato forte, Ju. Obrigada por ele. Te ler faz doer em nós (que lemos) espero que cada dorzinha dessa diminua um pouco a sua. Você não está sozinha.

Giselle Itié: Aaaaaah, Ju, receba todo o nosso amor e gratidão por ser esta mulher tão potente. Obrigada por se abrir e nos ajudar com a sua dor. Vamos transmutar. Por aqui você tem uma hermana. Conte comigo. Hoje e sempre. Te amo!

Pathy DeJesus: Ju, acabei de ler. Muito obrigada por sua coragem. Te admiro demais! Ainda mais.

Dani Calabresa: Tô aqui arrepiada e com ânsia lendo o seu relato e tô admirada com a sua força e coragem. Sinto muito por tudo isso que você passou. Saiba que você tá dando força pra muitas mulheres. NÃO FOI CULPA SUA.

Bianca Bin: Nossa, Ju. Soco no estômago! Sou grata pela coragem. Honro tua força.

Juliana Silvera: Juuuu... que a sua coragem e força nos inspire! Que você entenda que estamos juntas. Sinto muito. Te entendo. Eu também passei por vários episódios de assédio moral e sexual durante a carreira. Dilacerou meu coração ler o texto de tudo o que aconteceu com você aos 18 anos. Conte comigo sempre.

Tatá Werneck: Importantíssima a entrevista da Juliana Lohmann. Imagino quanto tempo você deve ter guardado essa dor imensa dentro de você.

A seguir, veja os famosos que foram acusados de abuso:


John Lasseter, chefe de animação da Disney e da Pixar, que dirigiu grandes filmes como Toy Story, Carros e Vida de Inseto, anunciou para seus funcionários o afastamento de seu cargo após o The Hollywood Reporter reunir uma série de acusações de má conduta. O site norte-americano relatou que fontes informaram que John era conhecido por agarrar, beijar e fazer comentários sobre aparência física. A atriz Rashida Jones e seu parceiro Will McCormack teriam até desistido de escrever o roteiro de Toy Story 4, por causa do assédio de Lasseter. Em comunicado interno, ele não fala sobre o assédio, mas pede desculpas se alguém se sentiu desrespeitado ou desconfortável por causa de conversas dolorosas e erros que ele cometeu durante a carreira. Recentemente tive diversas conversas que foram muito dolorosas para mim. Nunca é fácil assumir erros, mas é a única forma de aprender. Como resultado, tenho pensado muito no líder que sou hoje comparado ao mentor, defensor e exemplo que quero ser. Foi me dito que fiz alguns de vocês se sentirem desrespeitados e constrangidos. Essa nunca foi a minha intenção. Coletivamente, vocês são o meu mundo e me desculpo profundamente se os decepcionei. Quero me desculpar especialmente com qualquer um que tenha recebido um abraço indesejado ou qualquer gesto, de qualquer forma ou maneira, que pareça inapropriado. Não importa o quão benigna tenha sido minha intenção, todos tem o direito de estabelecer os próprios limites e tê-los respeitados, disse em comunicado. Lasseter ainda continuou e afirmou que irá se afastar do cargo por causa das acusações: Por mais difícil que seja para mim me afastar de um trabalho que amo e de um time que tenho em alta consideração, não apenas como artistas, mas como pessoas, sei que isso é o melhor para todos agora. Minha esperança é que esses seis meses sabáticos sejam a oportunidade de me cuidar melhor, recarregar e me inspirar, voltando com discernimento e perspectiva que preciso para ser o líder que vocês merecem.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual a sua opinião sobre as acusações de assédio contra Marcius Melhem?

Obrigado! Seu voto foi enviado.