X

NOTÍCIAS

Publicada em 17/07/2020 às 09:13 | Atualizada em 17/07/2020 às 09:48

Segurança de Johnny Depp acusa Amber Heard de agredir o ex-marido após festa e enfermeira alega que teve que conter o ator durante briga

Durante os depoimentos, o segurança do ator alegou que Amber deixou ferimento visiveis em Depp

Da Redação

Montagem-The Grosby Group

A briga judicial entre Johnny Depp e Amber Heard ainda está longe de acabar. O ator, que está processando o jornal The Sun por chamá-lo de espancador de esposas em um artigo publicado em 2018, apresentou novas provas de que, na verdade, ele é quem estaria sendo agredido durante o casamento com a ex-mulher.

De acordo com o depoimento do segurança do ator, Sean Bett, Johnny foi agredido por Amber em mais de uma situação. Anteriormente, a atriz havia admitido que desferiu um soco no então esposo para defender sua irmã, que estaria sendo atacada por Depp. Agora, no entanto, Sean alega que Heard deixou ferimentos visíveis no ator em diversas situações. 

Uma delas seria após a festa de aniversário de 30 anos de idade de Amber. Embora ambas as partes relatem que houve uma discussão por conta do atraso de Johnny para chegar à festa, Amber diz que foi o ex que a agrediu, enquanto Sean afirma que foi a atriz que desferiu um soco em seu empregador. O segurança ainda apresentou uma foto ao tribunal que mostra um hematoma no rosto de Depp, tirado por si mesmo depois de separar o casal e levar Johnny para outra casa.

O segurança ainda afirma que, durante a briga, Amber teria arremessado o celular de Johnny pela janela e que, para recuperá-lo, teve que que negociar com um morador de rua, que havia encontrado o aparelho. O acordo com o homem para a devolução do celular foi que ele receberia 425 dólares, o equivalente a cerca de dois mil e 275 reais, três pedaços de frango, dois sacos de batatas fritas, duas maçãs e quatro garrafas de água.

Johnny Depp se atrasou porque estava em uma reunião

Durante seu depoimento, Johnny Depp detalhou sua situação financeira e alegou que se atrasou para a festa porque estava em uma reunião ruim. O ator relata que, nessa ocasião, ele descobriu que havia perdido uma grande quantia em dinheiro e, ainda por cima, adquirido uma grande dívida com o governo, situação que ele atribui a culpa aos ex-gerentes de negócios:

- Quando os demiti pelos motivos certos, eu havia perdido não apenas 650 milhões de dólares [quase três bilhões e 500 milhões de reais], mas estava com 100 milhões de dólares [cerca de 535 milhões e 340 mil reais] em dívida porque eles não pagavam meus impostos ao governo há 17 anos. Foi uma reunião ruim.

De acordo com o jornal The Mirror, o ator ainda revelou que pagou à ex-esposa a quantia de sete milhões de dólares, algo em torno de 37 milhões e 470 mil reais, durante o acordo do divórcio. A atriz alega que essa quantia foi destinada à caridade.

Enfermeira afirma que teve que conter Johnny Depp

De acordo com novas evidências apresentadas ao tribunal de Londres, uma enfermeira chamada Debbie Lloyd teria enviado uma mensagem para o segurança de Depp, Travis McGivern, afirmando que teve que conter Depp depois de Amber acusá-lo de ter um caso com a ex-namorada, Rochelle Hathaway. A briga teria ocorrido depois que Heard encontrou uma conversa entre os dois no celular do ator.

Debbie afirma nas mensagens que teve sorte em estar presente para separá-los, e descreveu a situação como se o inferno tivesse sido liberto:

Noite ruim ontem à noite. Eles entraram e ficaram violentos novamente. Eu tive que separá-los.

A conversa apresentada data do dia 23 de março de 2015, que coincide com a acusação ouvida pela justiça de que Depp teria agarrado Amber pelos cabelos e batido em sua cabeça. O ator, por sua vez, alega que não foi violento com a ex-esposa e que apenas estava se defendendo. O segurança McGiven também afirmou que, embora visse seu chefe com raiva em certas ocasiões, havia apenas um lado que usava violência - e insinuou que esse lado seria o de Amber.

Johnny prestou depoimento durante os cinco últimos dias de julgamento. Na próxima semana, o tribunal deve ouvir Amber Heard. 

A seguir, relembre as polêmicas que marcaram separação do casal:



Já em abril de 2019, Johnny alegou ter provas incontestáveis de que não tinha agredido Amber. Ele reuniu algumas imagens de câmeras de vigilância e depoimentos para comprovar as suas declarações. Agora, é a atriz que não responde aos argumentos do ex-marido. Será que o jogo virou?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Retrospectiva: qual famosa você acha que bombou mais em 2020?

Obrigado! Seu voto foi enviado.