X

NOTÍCIAS

Publicada em 20/10/2020 às 10:37 | Atualizada em 20/10/2020 às 11:01

Filha de Latino processa o cantor e pede valor de 400 mil reais referente à pensão alimentícia

Em entrevista à Fábia Oliveira, do jornal O Dia, cantor mostrou-se surpreso ao descobrir processo

Da Redação

Divulgação

Latino revelou que está sendo processado pela própria filha! Em entrevista à colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o cantor revelou que sua primogênita, Dayanna Maia, de 24 anos de idade, entrou na Justiça pedindo a ele que pague o retroativo da pensão alimentícia desde 2018. O valor chega a 400 mil reais. Por conta do processo, Latino teve sua conta bancária bloqueada.

Quando Dayanna fez 18 anos, eu conversei com ela que ia parar de pagar a pensão porque eu tinha outros filhos menores que precisavam mais. Falei que não ia deixar de ajudar quando ela precisasse, mas que não queria a obrigatoriedade de pagar, disse.

No entanto, Latino assinou um acordo de que pagaria três salário mínimos para a filha até que ela completasse 24 anos de idade. O acordo foi firmado logo que ele se separou de Izabel, mãe de Dayanna.

Sempre houve diálogo com ela. Dayanna é uma menina que eu amo. Eu a via todo mês. De dois anos pra cá ela sumiu.Não me atende mais, não me liga no Dia dos Pais. Descobri o motivo quando a Justiça levou R$ 44 mil da minha conta além de ter bloqueado os meus direitos autorais. Fiquei sem acreditar. Achei que se tratava de um processo trabalhista. Acionei meu advogado e então ele viu que era um processo da Dayanna contra mim, completou o artista.

Latino explicou que ainda comprou um apartamento para a filha. No entanto, ficou endividado e não conseguiu mais pagar as parcelas do imóvel:

-.O problema foi que fiquei endividado e não conseguia mais pagar as parcelas do imóvel. A dívida era minha e da Izabel, mas eu fiz um acordo com o fundo habitacional do exército e assumi sozinho a dívida, que era de R$ 900 mil por conta dos juros. Tirei a mãe dela desse pepino e achei que elas estariam me amando por isso, mas vejo que de nada valeu.

Ele ainda contou que tentou um acordo com a filha, que trabalha no restaurante do padrasto dela e é atriz, dizendo que voltaria a pagar a partir de janeiro de 2021, já que por enquanto estar sem trabalhar e seu rendimento caiu devido à pandemia do coronavírus. Para a colunista, Dayanna disse desconhecer o processo.



Sarah Trigger, ex-mulher de Jon Cryer, o eterno Alan de Two and a Hlf Men, também exigiu um aumento de sua pensão. Na época, ela clamou que o filho de ambos, Charlie, estava sendo ridicularizado na escola particular em que ele estudava por não ter o mesmo estilo de vida de seus colegas. Segundo o TMZ, ela foi ao tribunal exigir o pagamento mensal de 88 mil e 969 dólares, ou seja, 177 mil e 938 reais. A ex-mulher do astro recebia oito mil dólares mensais, ou seja, 16 mil reais, desde 2010. Segundo Sarah, seu filho não pode arcar com viagens exóticas que os colegas fazem e não pode participar de acampamentos, além de ter afirmado que os amigos dele faziam grandes festas de aniversário e que o filho dela não tinha nada disso.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual casal você gostaria que anunciasse uma gravidez ainda este ano?

Obrigado! Seu voto foi enviado.