X

NOTÍCIAS

Publicada em 16/06/2021 às 17:45 | Atualizada em 16/06/2021 às 17:49

Luisa Mell é acusada de roubar cachorro de raça e rebate: Dai-me paciência

A ativista se pronunciou por meio de um comunicado enviado ao jornal Metrópoles

Da Redação

Divulgação

Eita! Luisa Mell virou um dos assuntos mais comentados do Twitter após uma internauta ter postado um relato que viralizou. No post, essa pessoa acusa a ativista de ter levado um cachorro, de uma raça rara, da casa de uma família. Na rede social, ela começa dizendo o seguinte:

Luisa entrou na casa da família: uma mulher, um homem e um adolescente com espectro autista e levou os cachorros da própria família, um deles é um Borzoi. Pra quem não sabe, Borzoi não tem no Brasil (apenas uns 15) que é uma raça importada.

Ainda de acordo com esse perfil, a entrada no local teria acontecido de forma legal, já que a Justiça cumpria um mandado de busca e apreensão sobre acusação de tráfico de drogas.

Veja o relato completo logo abaixo:

Ao jornal Metrópoles, a ativista negou as acusações e ainda se pronunciou sobre o assunto:

Óbvio que não [roubou o cachorro]! É tão vergonhoso eu ter que explicar isso. Eu tenho 350 cachorros, mas eu queria um de raça? Por favor, né?! Senhor, dai-me paciência.

Em seguida, explicou que naquela noite foram resgatados 140 cachorros, inclusive da raça Borzoi:

É o seguinte, fui a um canil. A Justiça quem tirou os cachorros. Essa mulher [a dona do cachorro] está sendo processada por tráfico de drogas e até perdeu. Inclusive, até o conselho tutelar já até foi a casa dela para tirar a guarda da criança, que nem é uma criança, tem 14 anos.

Essa cachorra, na ocasião, estava sozinho em um quarto escuro:

Mais de 140 cães, incluindo uma cadela da raça Borzoi foram apreendidos pela polícia em cumprimento a uma ordem judicial de busca e apreensão no canil de Gabriela Bueno, depois de denúncias de criação irregular de cães e tráfico de drogas. Quem determinou quais cães seriam apreendidos foram as autoridades públicas, tendo o Instituto Luisa Mell apenas cumprido determinações das autoridades policiais. 

No resto do texto, os representantes de Luisa Mell ainda esclarecem:

A Justiça tentou por mais de um ano encontrar Gabriela Bueno para que se defende-se nos autos da ação penal que reponde por tráfico de drogas, maus-tratos de mais de 140 animais, exercício irregular da profissão de médico veterinário, pois no local que não era uma clínica veterinária, foram encontradas cadelas suturadas com linha de pesca, anestésicos e tesouras cirúrgicas, além de foto da Gabriela que não é veterinária em uma cesária. Sem sucesso depois de mais de um ano na tentativa de encontrá-la, a juíza entendeu que ela sabia da ação e a deu como citada esse mês.

Sobre a cachorra da raça Borzoi, Mell explica:

Está com uma família, esse cachorro. Eu já peguei dois mil cachorros, todo mundo viu. Não tem como eu ficar com eles a vida inteira, então eles estão em lares temporários. Se quiserem, eu mostro o processo inteiro. Ela é uma bandida e eu não.

Vish...

Logo abaixo, veja a postagem feita por Luisa Mell no Instagram:


Outro ator que se apaixonou por um cachorro no set de filmagens foi Gerard Butler! O astro contou que viu uma cadelinha andando durante as cenas do longa, que estava sendo rodado em uma montanha na Bulgária. Na hora, ele soube que precisava trazê-la para a sua casa!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você acha que mais vai rolar dentro do Ilha Record?

Obrigado! Seu voto foi enviado.