X

NOTÍCIAS

Publicada em 20/06/2021 às 13:46 | Atualizada em 20/06/2021 às 13:46

Tatá Werneck se emociona em live com Chiquinha, de Chaves: - Eu te amo muito!

Caracterizada com as roupas da personagem, a apresentadora bateu um papo descontraído com María Antonieta de Las Nieves

Da Redação

Divulgação

Fã de carteirinha, Tatá Werneck não escondeu a emoção ao participar de uma live com a atriz que interpreta Chiquinha, em Chaves, no último sábado, dia 19. 

- Não acredito. Eu sei que pareço estranha, mas eu te amo muito!, disse.

Caracterizada com as roupas da personagem, vestido e óculos, a apresentadora bateu um papo descontraído com María Antonieta de Las Nieves, de 70 anos de idade, que, por sua vez, elogiou a trajetória artística de Tatá.

- Que emoção estar no seu programa. Que emoção ter uma menina tão boa atriz, tão boa comediante e tão bela como você. Para mim, é uma satisfação estar aqui. Quero ser igualzinha a você, meu amor!

Pura fofura, não é mesmo?


Paulo Gustavo era assumidamente um fã de Beyoncé, de quem inclusive recebeu uma homenagem póstuma. Um mês após a morte do ator, Ingrid Guimarães decidiu relembrar justamente o primeiro show da cantora visto pelo humorista, nos Estados Unidos - ocasião em que o amor de Paulo pela Queen B teria surgido. Em relato ao O Globo, ela conta: Fizemos uma das nossas primeiras viagens internacionais juntos há uns 14 anos, para Nova York. Paulo estava começando a ganhar dinheiro, e a gente saiu comprando coisas sem nenhuma utilidade. Me convenceu a comprar desde colher de pau a lugar para colocar bombril, um negócio de vodka de mentira todo de brilho... Era o início dos personagens dele, compramos muitas perucas também. Na hora em que a gente foi embarcar, nossa mala deu acima do peso. Aí passamos por aquela situação péssima de ficar tirando coisa da mala no meio do aeroporto. Uma hora, ele pegou o folder de Minha mãe é uma peça, no Candido Mendes, que ainda não era aquele estouro absoluto, e disse: Mostra pro cara que a gente é famoso no Brasil, diz que essas coisas são para o figurino. Claro que o cara falou: Dane-se quem são vocês. Nessa mesma viagem, fomos a um show da Beyoncé, o primeiro da vida dele. Ele pagou caríssimo para ficar perto dela. Uma hora, ela disse: Levanta a mão quem faz aniversário hoje. Ele não entendia bem inglês, e eu disse: Levanta a mão, finge que é seu aniversário. Ele levantou, e ela disse Happy birthday the pink one, porque ele estava de camisa rosa. Foi a maior emoção. Ali, começou o amor pela Beyoncé. A admiração era tanta que, como conta Mônica Martelli, Paulo teria começado a estudar inglês apenas para conhecer a cantora.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você está ansioso para a última parte de La Casa de Papel?

Obrigado! Seu voto foi enviado.