X

NOTÍCIAS

Publicada em 23/07/2021 às 10:27 | Atualizada em 23/07/2021 às 10:59

Wellington Muniz, o Ceará, lamenta a morte do pai: Quero guardar na memória os melhores momentos ao seu lado

O humorista escreveu uma homenagem para o pai no Instagram

Da Redação

Divulgação

O humorista Wellington Muniz, conhecido como Ceará, usou o Instagram na noite da última quinta-feira, dia 22, para lamentar a morte do pai, Ari. 

Hoje o meu guerreiro partiu. Seu Ari, o meu pai. Um homem íntegro, trabalhador, honesto, engraçado e que onde chegava levava alegria para as pessoas. Foi minha primeira inspiração como artista. Seu Ari lutou até as últimas forças, não queria nos deixar, mas essa luta e sofrimento chegaram ao fim. Um sofrimento também para mim e meus irmãos. Já que no ano passado perdemos também a nossa mãe. Duas grandes perdas na minha vida. Não tem sido nada fácil. Mas eu não reclamo. Aprendi que quando a gente reclama, a gente clama duas vezes!, começou ele no texto. 

Em seguida, o humorista continua, dizendo que agradece por tudo:

Geralmente, reclama por coisas que nos causam tristeza e dor. Eu só agradeço por tudo! Agradeço pela dor que estou sentindo agora, mas sei que vai passar, pois confio em Deus e acredito que ele me dará força, sabedoria, serenidade para seguir em frente. Agradeço aos meus irmãos, por terem cuidado do nosso pai com amor, carinho, respeito e muita dedicação, já que a distância me impossibilitava de estar presente ao seu lado. E agradeço ao senhor, seu Ari, meu pai. Muito obrigado por tudo que me ensinou, mesmo sem saber que estava ensinando. Quero guardar na memória os melhores momentos ao seu lado e lembrar sempre do senhor com esse sorriso. Descanse em paz.

A publicação recebeu uma série de comentários, como o de César Filho, que escreveu:

Meus sentimentos! Receba o meu abraço nesse momento tão difícil.

Meus sentimentos, Ceará, pra você e sua família, afirmou Carolina Ferraz.

Meus sentimentos, irmão, escreveu Péricles.

A seguir, confira o post de Ceará:

Logo abaixo, veja os famosos que nos deixaram em 2021.


Christopher Ozuna, mais conhecido como Tigoose, morreu aos 28 anos de idade no início de junho. Segundo informações do jornal Miami Herald, o rapper sobreviveu a um tiroteio que aconteceu no dia 30 de maio, após um show no teatro El Mula Banquet Hall, em Miami, nos Estados Unidos; entretanto, cinco dias depois, Tigoose morreu em um acidente de carro misterioso, onde o veículo pegou fogo e foi destruído: - É loucura. Ele escapa das balas e morre dessa forma. Ele ficou traumatizado por ver os amigos dele morrerem daquele jeito, comentou a namorada do músico. De acordo com a família, Tigoose estava dirigindo o carro que acabou se chocando contra o tráfego na 10th Avenue, em Miami. O automóvel, então, acabou batendo em outro veículo. Jeremiah Rollins, de 18 anos de idade, estava com o rapper no carro e também morreu. Já no outro veículo, havia uma mulher grávida e seis crianças, que foram levadas ao hospital sem nenhum ferimento grave. A família suspeita que algo possa ter feito Tigoose perder o controle do carro e que o acidente tenha relação com o tiroteio do El Mula Banquet Hall, mas nada foi confirmado pela polícia.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual destas famosas você não vê a hora de dar à luz?

Obrigado! Seu voto foi enviado.