X

NOTÍCIAS

Publicada em 23/02/2022 às 15:22 | Atualizada em 23/02/2022 às 15:32

Pocah fala sobre briga antiga com Ludmilla causada por ex-empresário: Ele plantava sementes para a gente brigar

A cantora também relembrou agressões que sofreu do MC Roba Cena

Da Redação

Montagem - Divulgação

Eita! Na última terça-feira, dia 22, Pocah abriu o jogo e falou sobre seu passado. Em uma entrevista para o podcast Poddelas, a cantora contou que a briga que teve com Ludmilla no começo da carreira foi culpa de seu ex-empresário e ex-marido, MC Roba Cena:

- Falam: a Lud bateu na Pocah, mas as pessoas não sabem a realidade que ambas passaram. Eu escrevi uma música, ele deu essa música pra ela, e eu não sabia que ele tinha dado. Eu simplesmente lancei o que eu tinha escrito, e a Lud ficou muito frustrada na época. Ela era uma menina, assim como eu. Até hoje muita gente me acusa de roubo, sendo que a verdade é essa. E ele alimentou isso até o fim.

Segundo Pocah, ela e Ludmilla tinham se dado muito bem, mas a rivalidade arquitetada pelo MC fez com que elas se afastassem - e, por sorte, o tempo passou e agora as duas não tem nenhum desentendimento:

- Eu e Lud chegamos a brigar muito feio. Hoje a gente se dá muito bem, e eu tenho um respeito gigantesco por ela e entendo que foi muita imaturidade de ambas, porque éramos duas meninas com sonhos, e as pessoas usavam a gente.

Mas, não para por aí! Além de boicotar a amizade das cantoras, Pocah contou que o ex-marido a agredia e abusava psicologicamente e sexualmente dela:

Eu estava dentro do meu carro, na porta da casa dele para ele assinar(o distrato), ele pegou e escondeu minha chave e abusou de mim. Tentei lutar contra ele, mas não tinha força. Então, eu cedi para ir embora e acabar com aquilo. Fui abusada totalmente contra a minha vontade, gritava socorro. O pai dele passou assim do lado do carro, eu gritando socorro, e ele não fez nada.

Ela também relembrou da vez que foi agredida e tentou denunciar para a polícia: 

- Eu tentei denunciar, cheguei a ligar para pedir socorro em um momento que achei ia morrer. Liguei para a polícia e ele simplesmente me trancou dentro de casa, desceu, atendeu e falou: É briga de marido e mulher, está tudo bem, está tudo tranquilo, ela está descansando lá. Ninguém quis me ouvir, ninguém quis saber se eu estava viva, se eu estava morta, ninguém quis investigar, ninguém entrou. 

- Estava trancada, não podia sair. Quando ele voltou e eu o vi sozinho, pensei: Hoje ele me mata. E aí ele me agrediu, tentei fugir, fui para a casa da minha mãe no dia seguinte e ele foi atrás de mim.

Apesar de ter vivido em sofrimento durante seis anos, a cantora revelou que a filha foi sua motivação para se libertar:

A minha filha foi a virada de chave da minha vida de tudo. Todo o meu amor foi transferido para ela, ela me deu uma força que eu nem imaginava que poderia sentir na vida, ela me salvou, quando você se torna mãe, você tira força e não sabe de onde. E eu não queria criar minha filha naquele meio.

Meu deus!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você é igual ao Caio Castro no primeiro encontro?

Obrigado! Seu voto foi enviado.