X

NOTÍCIAS

Publicada em 18/01/2023 às 17:30 | Atualizada em 18/01/2023 às 17:32

Pamela Anderson culpa sextape por separação de Tommy Lee: Arruinou vidas

A atriz abriu o jogo sobre a vida amorosa em entrevista para a revista People

Da Redação

The Grosby Group

Pamela Anderson soltou o verbo em entrevista para a revista People, da qual também é capa esse mês. A atriz falou bastante sobre a vida amorosa, principalmente o relacionamento conturbado com Tommy Lee, a quem ela se refere como o único amor de sua vida. 

Meu relacionamento com Tommy pode ter sido a única vez em que eu realmente me apaixonei, conta ela.

Esses e outros detalhes da vida de Anderson também foram abordados na autobiografia Love, Pamela. Nas páginas, além de falar da relação com Tommy, a atriz ainda aborda a maternidade e o convívio com os filhos Brandon, de 26 anos de idade, e Dylan, de 25 anos. 

Voltando a falar do relacionamento com Lee, Pamela relembrou com carinho o casamento em Cancún, que aconteceu em 1995. 

Nós nos divertimos. A nossa regra era ser sem regras, relata ela. 

Mas nem tudo foram flores entre eles, um pouco depois, uma sextape foi roubada da casa do casal e vendida. Pamela acredita que foi nesse momento em que tudo começou a dar errado entre eles:

Isso arruinou vidas, começando com nosso relacionamento, e é imperdoável que as pessoas, até hoje, pensem que podem lucrar com uma experiência tão terrível, quanto mais com um crime. 

Ela conta que nunca teve coragem de assistir o conteúdo das fitas. Ainda assim, o casamento não sobreviveu à crise e, segundo Pamela, foi nesse momento em que as brigas se intensificaram, chegando até a agressão física. Em 1998, quando Dylan tinha apenas sete meses de vida, Tommy torceu o braço da esposa. 

Tommy arrancou Brandon de mim e jogou Dylan e eu contra a parede.

Após o ocorrido, ele passou seis meses preso.

Ali o nosso inferno começou, relembra Anderson. O divórcio de Tommy foi o ponto mais difícil, mais baixo e mais difícil da minha vida. Fiquei arrasada. Ainda não conseguia acreditar que a pessoa que eu mais amava era capaz do que aconteceu naquela noite. Nós dois ficamos arrasados, mas eu tinha que proteger meus bebês, continua. 

Após Tommy, Pamela se casou outras quatro vezes, mas conta que seu período mais romântico vive agora:

Eu vivo uma vida mais romântica agora que estou sozinha do que quando estive em relacionamentos.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que agora Bruna Marquezine e João Guilherme assumiram o romance?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Pamela Anderson culpa <i>sextape</i> por separação de Tommy Lee: <i>Arruinou vidas</i>

Pamela Anderson culpa sextape por separação de Tommy Lee: Arruinou vidas

15/Jun/

Pamela Anderson soltou o verbo em entrevista para a revista People, da qual também é capa esse mês. A atriz falou bastante sobre a vida amorosa, principalmente o relacionamento conturbado com Tommy Lee, a quem ela se refere como o único amor de sua vida. 

Meu relacionamento com Tommy pode ter sido a única vez em que eu realmente me apaixonei, conta ela.

Esses e outros detalhes da vida de Anderson também foram abordados na autobiografia Love, Pamela. Nas páginas, além de falar da relação com Tommy, a atriz ainda aborda a maternidade e o convívio com os filhos Brandon, de 26 anos de idade, e Dylan, de 25 anos. 

Voltando a falar do relacionamento com Lee, Pamela relembrou com carinho o casamento em Cancún, que aconteceu em 1995. 

Nós nos divertimos. A nossa regra era ser sem regras, relata ela. 

Mas nem tudo foram flores entre eles, um pouco depois, uma sextape foi roubada da casa do casal e vendida. Pamela acredita que foi nesse momento em que tudo começou a dar errado entre eles:

Isso arruinou vidas, começando com nosso relacionamento, e é imperdoável que as pessoas, até hoje, pensem que podem lucrar com uma experiência tão terrível, quanto mais com um crime. 

Ela conta que nunca teve coragem de assistir o conteúdo das fitas. Ainda assim, o casamento não sobreviveu à crise e, segundo Pamela, foi nesse momento em que as brigas se intensificaram, chegando até a agressão física. Em 1998, quando Dylan tinha apenas sete meses de vida, Tommy torceu o braço da esposa. 

Tommy arrancou Brandon de mim e jogou Dylan e eu contra a parede.

Após o ocorrido, ele passou seis meses preso.

Ali o nosso inferno começou, relembra Anderson. O divórcio de Tommy foi o ponto mais difícil, mais baixo e mais difícil da minha vida. Fiquei arrasada. Ainda não conseguia acreditar que a pessoa que eu mais amava era capaz do que aconteceu naquela noite. Nós dois ficamos arrasados, mas eu tinha que proteger meus bebês, continua. 

Após Tommy, Pamela se casou outras quatro vezes, mas conta que seu período mais romântico vive agora:

Eu vivo uma vida mais romântica agora que estou sozinha do que quando estive em relacionamentos.