X

NOTÍCIAS

Publicada em 18/01/2024 às 15:19 | Atualizada em 18/01/2024 às 15:19

Arnold Schwarzenegger é detido por três horas em aeroporto por causa de relógio; entenda

O astro precisou pagar impostos por um item de luxo que já possuía

Da Redação

Reuters

Que perrengue! Arnold Schwarzenegger acabou sendo detido por três horas no aeroporto de Munique - cidade alémã - após tentar passar na alfândega com um relógio de luxo não registrado. Segundo informações do TMZ, o acessório é um item que ele já possui e pode ir à leilão nesta quinta-feira, dia 18, na Áustria para a Iniciativa Climática Schwarzenegger - uma organização sem fins lucrativos.

O artista supostamente nunca havia sido solicitado a preencher um formulário de declaração do objeto. Porém, ao ser detido, não quis causar problemas e concordou em pagar os impostos - que atingiram um valor superior a 50 mil reais - para poder seguir viagem. Porém, na hora de passar o cartão de crédito, a máquina não funcionava por mais que ele tivesse tentado por uma hora. Procurando uma alternativa, os agentes alfandegários teriam acompanhado o ator até um banco para sacar dinheiro, mas ele acabou encontrando um novo contratempo.

Ao chegar lá, o caixa eletrônico possuía um limite muito baixo e o banco estava fechado. Arnold retornou ao aeroporto e, felizmente, um policial conseguiu uma máquina de cartão que estava funcionando. Além de todo esse sufoco, um porta-voz do ator ainda contou ao veículo que outron motivo da demora foi que a bagagem de Schwarzenegger precisava ser despachada. Um informante da Alfândega disse ao TMZ que todo o procedimento precisou ser realizado pelo fato de que o relógio é uma importação que permanece na União Europeia e precisa ser declarada.

Já em conversa com a revista People, uma fonte disse:

- Ele cooperou em cada passo, mesmo que fosse uma extorsão incompetente, uma comédia total de erros que daria um filme policial muito engraçado. [...] Está tudo bem e esperamos um evento beneficente de muito sucesso

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual notícia mais te surpreendeu nos últimos dias?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Arnold Schwarzenegger é detido por três horas em aeroporto por causa de relógio; entenda

Arnold Schwarzenegger é detido por três horas em aeroporto por causa de relógio; entenda

26/Fev/

Que perrengue! Arnold Schwarzenegger acabou sendo detido por três horas no aeroporto de Munique - cidade alémã - após tentar passar na alfândega com um relógio de luxo não registrado. Segundo informações do TMZ, o acessório é um item que ele já possui e pode ir à leilão nesta quinta-feira, dia 18, na Áustria para a Iniciativa Climática Schwarzenegger - uma organização sem fins lucrativos.

O artista supostamente nunca havia sido solicitado a preencher um formulário de declaração do objeto. Porém, ao ser detido, não quis causar problemas e concordou em pagar os impostos - que atingiram um valor superior a 50 mil reais - para poder seguir viagem. Porém, na hora de passar o cartão de crédito, a máquina não funcionava por mais que ele tivesse tentado por uma hora. Procurando uma alternativa, os agentes alfandegários teriam acompanhado o ator até um banco para sacar dinheiro, mas ele acabou encontrando um novo contratempo.

Ao chegar lá, o caixa eletrônico possuía um limite muito baixo e o banco estava fechado. Arnold retornou ao aeroporto e, felizmente, um policial conseguiu uma máquina de cartão que estava funcionando. Além de todo esse sufoco, um porta-voz do ator ainda contou ao veículo que outron motivo da demora foi que a bagagem de Schwarzenegger precisava ser despachada. Um informante da Alfândega disse ao TMZ que todo o procedimento precisou ser realizado pelo fato de que o relógio é uma importação que permanece na União Europeia e precisa ser declarada.

Já em conversa com a revista People, uma fonte disse:

- Ele cooperou em cada passo, mesmo que fosse uma extorsão incompetente, uma comédia total de erros que daria um filme policial muito engraçado. [...] Está tudo bem e esperamos um evento beneficente de muito sucesso