X

NOTÍCIAS

Publicada em 01/04/2024 às 18:21 | Atualizada em 01/04/2024 às 18:21

Shakira critica filme da Barbie: Meus filhos odiaram. Eles se sentiram castrados

A cantora afirmou que o longa diminuiu o papel dos homens na sociedade

Da Redação

Divulgação

É eita atrás de vixe! Parece que Shakira não gostou do live-action Barbie, que foi sucesso mundial em 2023, e decidiu soltar o verbo afirmando que o filme diminuiu o papel dos homens na sociedade.

Meus filhos odiaram. Eles se sentiram castrados. E eu concordo, até certo ponto. Estou criando dois meninos e quero que eles se sintam poderosos também respeitando as mulheres. Gosto quando a cultura pop empodera as mulheres sem tirar dos homens a possibilidade de serem homens, de também proteger e prover, afirmou à revista Allure.

E continuou:

Acredito em oferecer às mulheres as ferramentas e a confiança de que podemos fazer tudo sem perdermos nossa essência, nossa feminilidade. Acredito que os homens têm um papel na sociedade e as mulheres também. Nós nos complementamos e isso não deve se perder.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que Bruna Biancardi e Neymar Jr. retomaram o relacionamento?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Shakira critica filme da <I>Barbie: Meus filhos odiaram. Eles se sentiram castrados</i>

Shakira critica filme da Barbie: Meus filhos odiaram. Eles se sentiram castrados

18/Jun/

É eita atrás de vixe! Parece que Shakira não gostou do live-action Barbie, que foi sucesso mundial em 2023, e decidiu soltar o verbo afirmando que o filme diminuiu o papel dos homens na sociedade.

Meus filhos odiaram. Eles se sentiram castrados. E eu concordo, até certo ponto. Estou criando dois meninos e quero que eles se sintam poderosos também respeitando as mulheres. Gosto quando a cultura pop empodera as mulheres sem tirar dos homens a possibilidade de serem homens, de também proteger e prover, afirmou à revista Allure.

E continuou:

Acredito em oferecer às mulheres as ferramentas e a confiança de que podemos fazer tudo sem perdermos nossa essência, nossa feminilidade. Acredito que os homens têm um papel na sociedade e as mulheres também. Nós nos complementamos e isso não deve se perder.