X

NOTÍCIAS

Publicada em 04/04/2024 às 10:57 | Atualizada em 04/04/2024 às 10:57

Amigo de Robinho apoia ex-jogador e dá sua versão dos fatos: - Participamos de uma orgia

O ex-atleta foi condenado a nove anos por estupro coletivo na Itália, mas está cumprindo pena no Brasil

Da Redação

Reuters

O caso de Robinho segue ganhando novos capítulos. Nesta quinta-feira, dia 4, foi divulgado mais um episódio do podcast Os Grampos de Robinho e, dessa vez, o apresentador conversou com Clayton Florêncio dos Santos, mais conhecido como Claytinho, amigo do ex-jogador de futebol e que estava na boate Sio Café, em Milão, na Itália, em 2013, quando o crime aconteceu.

No sétimo episódio do podcast, o amigo de Robinho o defendeu e deu sua versão do que teria acontecido na noite do caso. Vale lembrar que o ex-atleta foi condenado a nove anos de prisão na Itália, e está encarcerado pelo crime de estupro no Brasil. Na conversa concedida ao programa, Claytinho contradiz diversos argumentos usados pela defesa do ex-jogador.

O amigo, que estava presente na festa onde tudo aconteceu, conta que todo o grupo estava ingerindo bebidas alcoólicas, inclusive a vítima. Na sequência, ele diz que Robinho chegou a procurá-lo para levar ao camarim, onde a moça estaria fazendo sexo com outro amigo do jogador.

- Eu lembro que o Robinho me puxou [e falou:] Clayton, está todo mundo te procurando. Vem cá. E ele me puxou e eu fui até o camarim. Quando eu cheguei lá, ela estava transando.

Sobre o caso e a condenação do jogador, Clayton defendeu o amigo e disse que a Justiça tomou a decisão errada ao prendê-lo e sentenciá-lo a nove anos de cadeia.

Estuprador tem que morrer na cadeia. Estuprador tem que morrer. Mas o Robinho não estuprou ninguém. Os amigos do Robinho não estupraram ninguém. Participamos de uma orgia. Com a consciência de todo mundo.

Nos outros episódios, o nome de Clayton já foi citado em áudios divulgados pelo podcast. Vale lembrar que os amigos trocavam diversas mensagens em um grupo de conversas e seus telefones foram grampeados, para coletar provas do abuso sexual. Em uma das ligações, Robinho diz que foi Claytinho que teria tido relações sexuais com a vítima:

Claytinho que comeu a mina. Quem eu lembro, porque também faz muito tempo. Claytinho rangou.

O atleta teve várias conversas com Jairo, músico que era responsável pela festa que estava acontecendo em Milão naquela noite. Em um dos áudios publicados, ele diz quais amigos teriam sido responsáveis por ter relações sexuais com a mulher

É, mas eles... Eles vão dar bote errado porque... Se f***u porque... Só quem tocou nela, acho que foi o Claytinho. Claytinho, e sei lá, Alex, né? Galan. O Galan também não fez nada não, cara. Eu lembro que os caras que estava pegando ela, acho que foi o Claytinho e o Rudney, os únicos dois, porque eu fiquei zoando o Alex, falei: P***a, tinha cinco caras lá. Lembra que tu me puxou para sair fora?, disse Robinho, em uma das gravações. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual dos últimos acontecimentos do mundo dos famosos mexeu mais com você?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Amigo de Robinho apoia ex-jogador e dá sua versão dos fatos: <i>- Participamos de uma orgia</i>

Amigo de Robinho apoia ex-jogador e dá sua versão dos fatos: - Participamos de uma orgia

15/Jul/

O caso de Robinho segue ganhando novos capítulos. Nesta quinta-feira, dia 4, foi divulgado mais um episódio do podcast Os Grampos de Robinho e, dessa vez, o apresentador conversou com Clayton Florêncio dos Santos, mais conhecido como Claytinho, amigo do ex-jogador de futebol e que estava na boate Sio Café, em Milão, na Itália, em 2013, quando o crime aconteceu.

No sétimo episódio do podcast, o amigo de Robinho o defendeu e deu sua versão do que teria acontecido na noite do caso. Vale lembrar que o ex-atleta foi condenado a nove anos de prisão na Itália, e está encarcerado pelo crime de estupro no Brasil. Na conversa concedida ao programa, Claytinho contradiz diversos argumentos usados pela defesa do ex-jogador.

O amigo, que estava presente na festa onde tudo aconteceu, conta que todo o grupo estava ingerindo bebidas alcoólicas, inclusive a vítima. Na sequência, ele diz que Robinho chegou a procurá-lo para levar ao camarim, onde a moça estaria fazendo sexo com outro amigo do jogador.

- Eu lembro que o Robinho me puxou [e falou:] Clayton, está todo mundo te procurando. Vem cá. E ele me puxou e eu fui até o camarim. Quando eu cheguei lá, ela estava transando.

Sobre o caso e a condenação do jogador, Clayton defendeu o amigo e disse que a Justiça tomou a decisão errada ao prendê-lo e sentenciá-lo a nove anos de cadeia.

Estuprador tem que morrer na cadeia. Estuprador tem que morrer. Mas o Robinho não estuprou ninguém. Os amigos do Robinho não estupraram ninguém. Participamos de uma orgia. Com a consciência de todo mundo.

Nos outros episódios, o nome de Clayton já foi citado em áudios divulgados pelo podcast. Vale lembrar que os amigos trocavam diversas mensagens em um grupo de conversas e seus telefones foram grampeados, para coletar provas do abuso sexual. Em uma das ligações, Robinho diz que foi Claytinho que teria tido relações sexuais com a vítima:

Claytinho que comeu a mina. Quem eu lembro, porque também faz muito tempo. Claytinho rangou.

O atleta teve várias conversas com Jairo, músico que era responsável pela festa que estava acontecendo em Milão naquela noite. Em um dos áudios publicados, ele diz quais amigos teriam sido responsáveis por ter relações sexuais com a mulher

É, mas eles... Eles vão dar bote errado porque... Se f***u porque... Só quem tocou nela, acho que foi o Claytinho. Claytinho, e sei lá, Alex, né? Galan. O Galan também não fez nada não, cara. Eu lembro que os caras que estava pegando ela, acho que foi o Claytinho e o Rudney, os únicos dois, porque eu fiquei zoando o Alex, falei: P***a, tinha cinco caras lá. Lembra que tu me puxou para sair fora?, disse Robinho, em uma das gravações.