X

NOTÍCIAS

Publicada em 05/05/2024 às 00:00 | Atualizada em 05/05/2024 às 11:32

Em entrevista exclusiva, Beto Skubs comenta saída de Grey's Anatomy e entrega desejo de abrir portas para o Brasil em Hollywood

O roteirista acaba de anunciar sua saída da equipe da série e, ao ESTRELANDO, dá detalhes dos bastidores

Clara Rocha

Divulgação-@bskubs

Algumas semanas antes de surpreender os fãs ao anunciar sua saída do time de roteiristas de Grey's Anatomy, Beto Skubs sentou com o ESTRELANDO para falar um pouco mais sobre a experiência de integrar a produção de uma das séries mais amadas da atualidade. Como brasileiro, o cinematógrafo falou sobre a felicidade em poder adicionar a cultura do país em uma trama de tamanho prestígio. 

Durante seus anos como parte do time de roteiristas do drama médico, Beto Skubs teve o prazer de poder incorporar alguns personagens de seu país natal na produção. Recentemente, na vigésima temporada de Grey's Anatomy, o produtor roteirizou um episódio centrado em uma família de origem brasileira - da qual foi protagonizado por Bianca Comparato, atriz conhecida pelo seu papel em 3%, um original NetflixCom o encerramento do contrato, ele se mostra orgulhoso com o trabalho realizado e já estuda novos projetos nos Estados Unidos.

- Em primeiro lugar, fica o orgulho de ter trabalhado numa das séries mais icônicas da história da TV, com personagens, artistas, escritores, diretores e equipe lendários. Fica o orgulho de poder ter representado o Brasil na série, ter colocado pela primeira vez personagens brasileiros, atores brasileiros, diálogos em português. Por outro lado, existe também a vontade artística e criativa de buscar novos projetos, coisas que eu tenho esperado para poder realizar durante anos. Estou animado com o que vem pela frente, disse em uma segunda conversa com o ESTRELANDO.

Durante o bate-papo prévio ao anúncio da saída, o produtor, que integrou o time de Grey's Anatomy em junho de 2021, contou alguns bastidores que o levaram aos sets da prestigiada produção. Com uma carreira que começou a ser traçada durante a adolescência, quando decidiu que queria trabalhar com textos, Beto Skubs foi morar nos Estados Unidos em 2012. Através das amizades feitas durante a pós-graduação, criou o que descobriu ser uma importante rede de contatos.

- Eu já conhecia pessoas do Grey's que me chamaram para ir fazer um shadowing [em 2018], que é ir acompanhar um profissional na produção. Nisso, acompanhei o roteirista e produtor durante dois episódios da série. Depois, voltei para o Brasil, fiquei dois anos trabalhando na Globo, e, quando fui para fora de novo, eles estavam procurando uma pessoa com as minhas características para a temporada 18. Foi isso, meio que lugar certo, na hora certa, mas também todo o processo de estudar, conhecer e aprimorar o trabalho, afirmou.

Destacando a importância dada em se envolver em todas as etapas da produção, em especial quando se trata de um episódio centrado em personagens de seu país natal, o cinematógrafo contou sobre a primeira experiência que teve de produzir episódio solo.

- Quando eu fui escrever meu primeiro episódio solo, o 14 da temporada 18, decidi colocar um personagem brasileiro. Pensei, se o pessoal vai ficar feliz só porque eu tô lá, eu sou roteirista, o cara tá atrás da câmera, imagina se eu botar na frente na câmera, sabe? E aí foi isso, deu certo, eu consegui fazer o que eu queria fazer, consegui escalar um ator brasileiro, além de colocar falas em português e falar de coisas que eu gosto no nosso país. Consegui influenciar na direção de arte, no casting... Todo mundo na produção de Grey's abraçou muito, disse Skubs.

Além de ter ficado satisfeito com o feedback positivo do público, o roteirista ainda entrega a satisfação de ter tido o apoio de toda a produção. Em suas palavras, todos os departamentos foram atrás dele para saber como poderiam ajudar a ideia tomar vida, ficando o mais próximo possível com os costumes e cultura do Brasil.

Como dito, durante a atual vigésima temporada de Grey's Anatomy, Skubs voltou a surpreender o público com novo episódio centrado nos dramas de uma família brasileira. Indicada pelo produtor, Bianca Comparato encantou todos da equipe de imediato. Em destaque, o roteirista conta que, durante uma das gravações, Caterina Scorsone e Midori Francis não se contiveram ao rasgar elogios à brasileira. 

Questionado sobre outros nomes brasileiros quais gostaria de trabalhar, Beto Skubs cita Wagner Moura, qual revela já ter conhecido e ser grande admirador, além das atrizes Bruna Marquezine e Sophie Charlotte. Pode se dizer, então, que o que fica é o grande e importante legado do produtor brasileiro que espera poder abrir novas portas para o país no mundo de entretenimento hollywoodiano.

- É um trabalho que eu faço que não é por mim, não é por minha causa. É pelos fãs do Brasil mesmo e também porque eu gostaria que Hollywood olhasse mais para os nossos artistas. Tem atores e atrizes aqui que estão querendo trabalhar e são ótimos. Então, espero que, ao mostrar isso, outros produtores, roteiristas e diretores também possam olhar e falar: Pô, tem brasileiros aí! Espero poder abrir portas, afirmou.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que Bruna Biancardi e Neymar Jr. retomaram o relacionamento?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Em entrevista exclusiva, Beto Skubs comenta saída de <i>Grey's Anatomy</i> e entrega desejo de abrir portas para o Brasil em Hollywood

Em entrevista exclusiva, Beto Skubs comenta saída de Grey's Anatomy e entrega desejo de abrir portas para o Brasil em Hollywood

18/Jun/

Algumas semanas antes de surpreender os fãs ao anunciar sua saída do time de roteiristas de Grey's Anatomy, Beto Skubs sentou com o ESTRELANDO para falar um pouco mais sobre a experiência de integrar a produção de uma das séries mais amadas da atualidade. Como brasileiro, o cinematógrafo falou sobre a felicidade em poder adicionar a cultura do país em uma trama de tamanho prestígio. 

Durante seus anos como parte do time de roteiristas do drama médico, Beto Skubs teve o prazer de poder incorporar alguns personagens de seu país natal na produção. Recentemente, na vigésima temporada de Grey's Anatomy, o produtor roteirizou um episódio centrado em uma família de origem brasileira - da qual foi protagonizado por Bianca Comparato, atriz conhecida pelo seu papel em 3%, um original NetflixCom o encerramento do contrato, ele se mostra orgulhoso com o trabalho realizado e já estuda novos projetos nos Estados Unidos.

- Em primeiro lugar, fica o orgulho de ter trabalhado numa das séries mais icônicas da história da TV, com personagens, artistas, escritores, diretores e equipe lendários. Fica o orgulho de poder ter representado o Brasil na série, ter colocado pela primeira vez personagens brasileiros, atores brasileiros, diálogos em português. Por outro lado, existe também a vontade artística e criativa de buscar novos projetos, coisas que eu tenho esperado para poder realizar durante anos. Estou animado com o que vem pela frente, disse em uma segunda conversa com o ESTRELANDO.

Durante o bate-papo prévio ao anúncio da saída, o produtor, que integrou o time de Grey's Anatomy em junho de 2021, contou alguns bastidores que o levaram aos sets da prestigiada produção. Com uma carreira que começou a ser traçada durante a adolescência, quando decidiu que queria trabalhar com textos, Beto Skubs foi morar nos Estados Unidos em 2012. Através das amizades feitas durante a pós-graduação, criou o que descobriu ser uma importante rede de contatos.

- Eu já conhecia pessoas do Grey's que me chamaram para ir fazer um shadowing [em 2018], que é ir acompanhar um profissional na produção. Nisso, acompanhei o roteirista e produtor durante dois episódios da série. Depois, voltei para o Brasil, fiquei dois anos trabalhando na Globo, e, quando fui para fora de novo, eles estavam procurando uma pessoa com as minhas características para a temporada 18. Foi isso, meio que lugar certo, na hora certa, mas também todo o processo de estudar, conhecer e aprimorar o trabalho, afirmou.

Destacando a importância dada em se envolver em todas as etapas da produção, em especial quando se trata de um episódio centrado em personagens de seu país natal, o cinematógrafo contou sobre a primeira experiência que teve de produzir episódio solo.

- Quando eu fui escrever meu primeiro episódio solo, o 14 da temporada 18, decidi colocar um personagem brasileiro. Pensei, se o pessoal vai ficar feliz só porque eu tô lá, eu sou roteirista, o cara tá atrás da câmera, imagina se eu botar na frente na câmera, sabe? E aí foi isso, deu certo, eu consegui fazer o que eu queria fazer, consegui escalar um ator brasileiro, além de colocar falas em português e falar de coisas que eu gosto no nosso país. Consegui influenciar na direção de arte, no casting... Todo mundo na produção de Grey's abraçou muito, disse Skubs.

Além de ter ficado satisfeito com o feedback positivo do público, o roteirista ainda entrega a satisfação de ter tido o apoio de toda a produção. Em suas palavras, todos os departamentos foram atrás dele para saber como poderiam ajudar a ideia tomar vida, ficando o mais próximo possível com os costumes e cultura do Brasil.

Como dito, durante a atual vigésima temporada de Grey's Anatomy, Skubs voltou a surpreender o público com novo episódio centrado nos dramas de uma família brasileira. Indicada pelo produtor, Bianca Comparato encantou todos da equipe de imediato. Em destaque, o roteirista conta que, durante uma das gravações, Caterina Scorsone e Midori Francis não se contiveram ao rasgar elogios à brasileira. 

Questionado sobre outros nomes brasileiros quais gostaria de trabalhar, Beto Skubs cita Wagner Moura, qual revela já ter conhecido e ser grande admirador, além das atrizes Bruna Marquezine e Sophie Charlotte. Pode se dizer, então, que o que fica é o grande e importante legado do produtor brasileiro que espera poder abrir novas portas para o país no mundo de entretenimento hollywoodiano.

- É um trabalho que eu faço que não é por mim, não é por minha causa. É pelos fãs do Brasil mesmo e também porque eu gostaria que Hollywood olhasse mais para os nossos artistas. Tem atores e atrizes aqui que estão querendo trabalhar e são ótimos. Então, espero que, ao mostrar isso, outros produtores, roteiristas e diretores também possam olhar e falar: Pô, tem brasileiros aí! Espero poder abrir portas, afirmou.