X

NOTÍCIAS

Publicada em 15/05/2024 às 13:21 | Atualizada em 15/05/2024 às 13:21

Dividiu opiniões! Primeiro retrato oficial de Rei Charles III causa polêmica na internet

A pintura foi feita pelo artista britânico Jonathan Yeo e começou quando o monarca ainda era príncipe

Da Redação

The Grosby Group

Polêmica! Na última terça-feira, dia 14, o artista Jonathan Yeo e a Família Real Britânica publicaram em suas contas do Instagram o primeiro retrato oficial do Rei Charles III, desde a coroação. No entanto, as opiniões ficaram divididas por toda a internet e a pintura foi alvo de uma enxurrada de críticas: 

Parece que ele está banhado de sangue, disse um internauta. 

Pensei que isso era uma sátira, apontou outro

Eu teria amado se fosse qualquer cor sem ser o vermelho. Ele realmente capturou a essência do rosto dele, mas a brutalidade do vermelho não combina com a delicadeza da expressão dele [Rei Charles III], comentou uma seguidora. 

Na legenda da publicação, Yeo disse que iniciou a pintura enquanto Charles ainda era Príncipe de Gales. Continuou dizendo que procurou capturar a humanidade do rei e misturar a tradição da monarquia com um toque de modernidade. 

Eu faço o meu melhor para capturar as experiências de vida gravadas no rosto de qualquer modelo. Neste caso, o meu objetivo foi também fazer referência às tradições do retrato real, mas de uma forma que refletisse uma monarquia do século XXI e, acima de tudo, comunicar a profunda humanidade do sujeito. 

A obra foi encomendada para a comemoração de 50 anos da adesão de Charles à The Drapers' Company, grupo inglês criado originalmente por tecelões para apoiar a comunidade. Ela será exibida na Phillip Mold Gallery, em Londres e depois será pendurada no Drapers' Hall, ao lado de outros retratos reais. 

Em uma entrevista a BBC, Jonathan disse que o Rei Charles III e a Rainha Camilla estão felizes com o retrato e que concordaram que ele conseguiu transmitir a essência do monarca. 

Além disso, o rei e a rainha foram flagrados chegando na Catedral St. Paul's para participar de um evento uma semana após perderem a comemoração de dez anos do Invictus Games, fundado pelo Príncipe Harry. Não só seu pai, mas como toda a família real também não compareceu ao evento dele. Será que tem mais briga vindo? 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual filho de Kate Middleton e Príncipe William você acha mais fofo?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Dividiu opiniões! Primeiro retrato oficial de Rei Charles III causa polêmica na <i>internet</i>

Dividiu opiniões! Primeiro retrato oficial de Rei Charles III causa polêmica na internet

22/Mai/

Polêmica! Na última terça-feira, dia 14, o artista Jonathan Yeo e a Família Real Britânica publicaram em suas contas do Instagram o primeiro retrato oficial do Rei Charles III, desde a coroação. No entanto, as opiniões ficaram divididas por toda a internet e a pintura foi alvo de uma enxurrada de críticas: 

Parece que ele está banhado de sangue, disse um internauta. 

Pensei que isso era uma sátira, apontou outro

Eu teria amado se fosse qualquer cor sem ser o vermelho. Ele realmente capturou a essência do rosto dele, mas a brutalidade do vermelho não combina com a delicadeza da expressão dele [Rei Charles III], comentou uma seguidora. 

Na legenda da publicação, Yeo disse que iniciou a pintura enquanto Charles ainda era Príncipe de Gales. Continuou dizendo que procurou capturar a humanidade do rei e misturar a tradição da monarquia com um toque de modernidade. 

Eu faço o meu melhor para capturar as experiências de vida gravadas no rosto de qualquer modelo. Neste caso, o meu objetivo foi também fazer referência às tradições do retrato real, mas de uma forma que refletisse uma monarquia do século XXI e, acima de tudo, comunicar a profunda humanidade do sujeito. 

A obra foi encomendada para a comemoração de 50 anos da adesão de Charles à The Drapers' Company, grupo inglês criado originalmente por tecelões para apoiar a comunidade. Ela será exibida na Phillip Mold Gallery, em Londres e depois será pendurada no Drapers' Hall, ao lado de outros retratos reais. 

Em uma entrevista a BBC, Jonathan disse que o Rei Charles III e a Rainha Camilla estão felizes com o retrato e que concordaram que ele conseguiu transmitir a essência do monarca. 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por The Royal Family (@theroyalfamily)

Além disso, o rei e a rainha foram flagrados chegando na Catedral St. Paul's para participar de um evento uma semana após perderem a comemoração de dez anos do Invictus Games, fundado pelo Príncipe Harry. Não só seu pai, mas como toda a família real também não compareceu ao evento dele. Será que tem mais briga vindo?