X

NOTÍCIAS

Publicada em 19/08/2019 às 07:26 | Atualizada em 19/08/2019 às 08:12

Com choro de Paola Carosella, Lorena e Rodrigo vão à final do MasterChef Brasil

Eduardo acabou sendo eliminado do reality show

Da Redação

Divulgação

Noite de fortes emoções no MasterChef Brasil! No último domingo, dia 18, foi ao ar à semifinal do reality show culinário e a disputa ficou entre Lorena, Rodrigo e Eduardo R, que tiveram que enfrentar a última Caixa Misteriosa da temporada. Dessa vez, cada jurado preparou uma caixa que representava sua personalidade gastronômica e os concorrentes tiveram que cozinhar com elas em um desafio que foi dividido em três etapas. Os vencedores de cada caixa ganhavam um ponto e o cozinheiro que acumulasse três pontos estava automaticamente na grande final.

a primeira caixa, de Erick Jacquin, ela e Rodrigo levaram o ponto depois de cozinharem um lagostim no ponto perfeito. O chef francês quis dar o ponto também para Eduardo, no entanto, Paola e Henrique Fogaça discordaram do jurado, já que não gostaram do ponto do crustáceo entregue para o curitibano. Na segunda caixa, da chef argentina, os três cozinheiros ficaram um pouco mais perdidos, já que tiveram que escolher entre vieiras e frango para cozinharem com uma infinidade de outros ingredientes que a caixa dispunha. Lorena mais uma vez se deu bem e conquistou mais um ponto no desafio. Eduardo também surpreendeu os jurados ao entregar vieiras cruas levando seu primeiro ponto e seguindo na briga pela vaga na grande final.

Por fim, a terceira caixa foi considerada a mais difícil entre os participantes e também entre os jurados. Henrique Fogaça surpreendeu todo mundo ao escolher o polvo como a estrela da caixa misteriosa. Os cozinheiros tiveram que preparar o molusco em apenas uma hora, assim como seu acompanhamento. Mas não teve erro para Lorena, que conquistou o paladar dos chefs com seu tempero caseiro e conseguiu o último ponto que lhe faltava para ir direto para o mezanino. 

Com a primeira participante da grande final da atração definida, apenas os homens que restaram na competição, Eduardo e Rodrigo, disputaram a última vaga da competição. Na prova de eliminação, os cozinheiros se depararam com um dos maiores desafios da temporada: reproduzir o famoso prato codorna no sarcófago, apresentada no filme A Festa de Babette, dos anos 1980. 

A prova foi um show à parte e ao apresentá-la aos candidatos, Paola Carosella foi às lágrimas ao relembrar o longa-metragem como um divisor de águas na sua vida. Ao contar a história do filme, a chef citou a mãe e afirmou que foi o filme que fez com que ela decidisse que iria se tornar uma cozinheira profissional. O depoimento emocionante, claro, fez com que os participantes se emocionassem também e, em um flagra raro, Rodrigo foi pego chorando discretamente.

Com as emoções à flor da pele, os cozinheiros encararam uma prova ainda mais tensa. Eduardo se atrapalhou na hora de desossar a codorna, perdendo um tempo precioso para cozinhar. Rodrigo não estava menos tenso e sua ansiedade para conquistar a vaga na final ficou evidente quando sua bancada começou a ficar tomada pela desorganização.

- Com certeza, a maior dificuldade era desossar a codorna. É um bicho muito pequeno, com bastante osso e pouca carne. Se você faz um movimento errado ali, você acaba perdendo a pouca carne que tem ou pode rasgar a pele – o que impede que você recheie. Eu nunca tinha feito, então fiquei preocupado com a dificuldade do prato, explicou Eduardo ao site oficial do programa.

Na hora da avaliação, os jurados fizeram mistério para anunciar o escolhido para disputar a final com Lorena e, apesar de Eduardo ter conseguido entregar a codorna em tempo e com um recheio mais sofisticado do que seu rival, a trajetória mais acertada de Rodrigo no programa parece ter sido levada em conta pelos chefs, que optaram por dar vitória ao rapaz.

Antes de se despedir de Eduardo, Henrique Fogaça até ofereceu um estágio ao cozinheiro amador em seu restaurante em Curitiba, cidade onde o advogado mora. Emocionado, ele comentou sobre a frustração de ter deixado a competição nesta altura:

- É bem frustrante não, mas ao mesmo tempo é uma certa vitória, porque eu deixei muita gente boa para trás, né? Agora o que me resta é tentar trabalhar na parte boa do que aconteceu, finalizou o cozinheiro.

Mas o que surpreendeu mesmo foi a reação de Rodrigo. Depois de ir às lágrimas com as declarações de Paola Carosella, o participante considerado mais introvertido e tímido da edição, não se emocionou com a conquista da vaga na final. Com um sorriso amarelo, ele apenas abraçou Lorena ao subir o mezanino e disse estar muito feliz com a vitória na semifinal.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Quem você acha que deve vencer o MasterChef Brasil?

Obrigado! Seu voto foi enviado.