X

NOTÍCIAS

Publicada em 07/12/2023 às 01:00 | Atualizada em 06/12/2023 às 17:12

Em exclusiva, elenco de A História Delas fala sobre como a série conta histórias de mulheres reais: Em todas as famílias têm alguma delas

Nova série estreou no Star+ na última quarta-feira, dia 6

Tiffany Maria

Divulgação

O que verdadeiramente falta nas telinhas são personagens para se identificar, né? E a nova série do Star+, que estreou na última quarta-feira, dia 6, aparece para mulheres se identificarem com os papéis representados na trama. 

Com um elenco de primeira, composto por Cris Vianna, Emma Araújo, Letícia Spiller e Bia Arantes, A História Delas conta a vida de uma ex-babá, Marta (Cris Vianna), agora dona do seu próprio negócio, que é obrigada a abrigar sua ex-patroa Isabel (Letícia Spiller) e sua filha Ana Rosa (Bia Arantes), por conta de uma decisão judicial ligada à prisão do marido de Isabel. A chegada inesperada bagunça a vida de Ana Jasmin (Emma Araújo), filha de Marta, que terá que conviver com as visitas mesmo sem desejá-las por lá. Morando juntas, mães e filhas terão que encarar questões do passado e repensar nas dificuldades das relações, até se encaixarem para viver em harmonia. 

Em conversa com o ESTRELANDO, o elenco contou sobre as dificuldades de interpretarem personagens que pensam muito diferente delas. Letícia falou que quanto mais distante uma personagem é delas, no quesito pensamento, existem mais chances delas chegarem próximo ao esperado. A atriz ainda adiciona que sua personagem, Isabel, não tem nada parecido com ela:

- No meu modo de viver, nem no meu modo de falar, no meu modo de expressar... Nada, nada parecido! Mas existem pessoas sim, na minha família, pessoas próximas as quais eu pude me inspirar também para essa personagem., contou Letícia.

A renomada Cris Vianna contou sobre a diferença entre interpretar para uma série e para uma novela. A intérprete de Marta contou que quando se interpreta uma novela, vão existindo surpresas pelo caminho, e a personagem pode mudar durante o processo. Já na série, ela compara como se fosse no cinema, em que o ator já entra sabendo o começo, o meio e o fim da história:

- Você entra com aquilo tudo pronto. Não que não possa mudar,  a gente consegue ajustar e sempre enriquecer junto com a direção. Mas eu acho que essa para mim é a diferença., disse. 

Bia Arantes falou sobre os aprendizados que a série pode trazer ao espectador. Ela conta que o elenco conseguiu humanizar muito bem as personagens, de forma que o espectador não conseguisse enxergar algo que o distancia delas:

- Elas estão construídas de um jeito, escritas de um jeito que elas são vivas. Então acho que isso aproxima muito quem tá vendo, e eu acho crucial a gente passar todas essas mensagens.  Seja mãe jovem periférica, mãe que tem questões em ser mãe, ser mulher... Essas descobertas femininas muito intensas, também tem as questões sociais, questões raciais. Eu acho importante que essas mensagens venham de personagens vivas., falou.

A baiana Emma Araújo é a mais nova, em questão de carreira, do elenco, sendo A História Delas sua primeira série, e Ana Jasmin sua primeira personagem no audiovisual. O que não impediu da atriz de entregar uma atuação impecável! Ela contou como foi trabalhar ao lado de atrizes que já tem muita experiência no ramo, e foi sincera:

- Desesperador! No começo, depois ficou tudo bem!, brincou. 

A atriz contou como foi a experiência de trabalhar sem um palco, algo que já estava acostumada pois atuava no teatro e também é cantora. E disse que é diferente ter um roteiro pronto e não ser algo linear, como gravar uma parte do último episódio junto com o primeiro:

- Ao mesmo tempo que eu tava com muito medo de não conseguir entregar, eu ficava meio ansiosa de dar o meu melhor, as meninas foram extremamente generosas! Era sempre uma aula em ver como a Cris, a Bia, a Le, elas conseguiam se concentrar e entregar. Eu sou muito grata a todo mundo, especialmente à Cris porque quando eu ficava nervosa e achava que eu não ia conseguir fazer as coisas, ela chegava assim meio self love, meio amiga ó, faz aí gata! Vamos lá segue seu rolê, tem que concentrar!, contou Emma.

A série desenvolve muito a história das mulheres e reforça, principalmente, que estão todas aprendendo com a vida, seja a mãe ou a filha. E Emma fala sobre isso:

- A sua mãe nunca teve a idade que ela tem hoje. Então a gente acha que a pessoa sabe muito mais que a gente, só que ela também está vivendo tudo que ela tá vivendo pela primeira vez. Então isso humaniza muito as personagens, isso traz muito a narrativa da série para dentro de casa., finalizou.

A série de oito episódio já está disponível no Star+ e promete emocionar! 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual casal do mundo dos famosos está mais apaixonado atualmente?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Em exclusiva, elenco de <i>A História Delas</i> fala sobre como a série conta histórias de mulheres reais: <i>Em todas as famílias têm alguma delas</i>

Em exclusiva, elenco de A História Delas fala sobre como a série conta histórias de mulheres reais: Em todas as famílias têm alguma delas

03/Mar/

O que verdadeiramente falta nas telinhas são personagens para se identificar, né? E a nova série do Star+, que estreou na última quarta-feira, dia 6, aparece para mulheres se identificarem com os papéis representados na trama. 

Com um elenco de primeira, composto por Cris Vianna, Emma Araújo, Letícia Spiller e Bia Arantes, A História Delas conta a vida de uma ex-babá, Marta (Cris Vianna), agora dona do seu próprio negócio, que é obrigada a abrigar sua ex-patroa Isabel (Letícia Spiller) e sua filha Ana Rosa (Bia Arantes), por conta de uma decisão judicial ligada à prisão do marido de Isabel. A chegada inesperada bagunça a vida de Ana Jasmin (Emma Araújo), filha de Marta, que terá que conviver com as visitas mesmo sem desejá-las por lá. Morando juntas, mães e filhas terão que encarar questões do passado e repensar nas dificuldades das relações, até se encaixarem para viver em harmonia. 

Em conversa com o ESTRELANDO, o elenco contou sobre as dificuldades de interpretarem personagens que pensam muito diferente delas. Letícia falou que quanto mais distante uma personagem é delas, no quesito pensamento, existem mais chances delas chegarem próximo ao esperado. A atriz ainda adiciona que sua personagem, Isabel, não tem nada parecido com ela:

- No meu modo de viver, nem no meu modo de falar, no meu modo de expressar... Nada, nada parecido! Mas existem pessoas sim, na minha família, pessoas próximas as quais eu pude me inspirar também para essa personagem., contou Letícia.

A renomada Cris Vianna contou sobre a diferença entre interpretar para uma série e para uma novela. A intérprete de Marta contou que quando se interpreta uma novela, vão existindo surpresas pelo caminho, e a personagem pode mudar durante o processo. Já na série, ela compara como se fosse no cinema, em que o ator já entra sabendo o começo, o meio e o fim da história:

- Você entra com aquilo tudo pronto. Não que não possa mudar,  a gente consegue ajustar e sempre enriquecer junto com a direção. Mas eu acho que essa para mim é a diferença., disse. 

Bia Arantes falou sobre os aprendizados que a série pode trazer ao espectador. Ela conta que o elenco conseguiu humanizar muito bem as personagens, de forma que o espectador não conseguisse enxergar algo que o distancia delas:

- Elas estão construídas de um jeito, escritas de um jeito que elas são vivas. Então acho que isso aproxima muito quem tá vendo, e eu acho crucial a gente passar todas essas mensagens.  Seja mãe jovem periférica, mãe que tem questões em ser mãe, ser mulher... Essas descobertas femininas muito intensas, também tem as questões sociais, questões raciais. Eu acho importante que essas mensagens venham de personagens vivas., falou.

A baiana Emma Araújo é a mais nova, em questão de carreira, do elenco, sendo A História Delas sua primeira série, e Ana Jasmin sua primeira personagem no audiovisual. O que não impediu da atriz de entregar uma atuação impecável! Ela contou como foi trabalhar ao lado de atrizes que já tem muita experiência no ramo, e foi sincera:

- Desesperador! No começo, depois ficou tudo bem!, brincou. 

A atriz contou como foi a experiência de trabalhar sem um palco, algo que já estava acostumada pois atuava no teatro e também é cantora. E disse que é diferente ter um roteiro pronto e não ser algo linear, como gravar uma parte do último episódio junto com o primeiro:

- Ao mesmo tempo que eu tava com muito medo de não conseguir entregar, eu ficava meio ansiosa de dar o meu melhor, as meninas foram extremamente generosas! Era sempre uma aula em ver como a Cris, a Bia, a Le, elas conseguiam se concentrar e entregar. Eu sou muito grata a todo mundo, especialmente à Cris porque quando eu ficava nervosa e achava que eu não ia conseguir fazer as coisas, ela chegava assim meio self love, meio amiga ó, faz aí gata! Vamos lá segue seu rolê, tem que concentrar!, contou Emma.

A série desenvolve muito a história das mulheres e reforça, principalmente, que estão todas aprendendo com a vida, seja a mãe ou a filha. E Emma fala sobre isso:

- A sua mãe nunca teve a idade que ela tem hoje. Então a gente acha que a pessoa sabe muito mais que a gente, só que ela também está vivendo tudo que ela tá vivendo pela primeira vez. Então isso humaniza muito as personagens, isso traz muito a narrativa da série para dentro de casa., finalizou.

A série de oito episódio já está disponível no Star+ e promete emocionar!