X

NOTÍCIAS

Publicada em 13/07/2020 às 16:58 | Atualizada em 13/07/2020 às 17:31

Winona Ryder deve testemunhar a favor de Johnny Depp e dizer que o ator nunca foi abusivo durante relacionamento dos dois, diz site

Já em outro testemunho, o ator afirmou que foi agredido por Amber Heard após descobrir que havia sofrido um golpe e perdido mais de quatro bilhões de reais

Da Redação

The Grosby Group

A polêmica entre Johnny Depp e Amber Heard continua! De acordo com o jornal Page Six, Winona Ryder testemunhará a favor do ator em um tribunal de Londres, Inglaterra, durante o processo que Depp move contra o jornal The Sun - que em 2018 o chamou de espancador de mulheres. 

Winona deve testemunhar por meio de uma videochamada na próxima semana, e dizer que Depp nunca foi abusivo durante o relacionamento dos dois, que aconteceu durante os anos 90. Além dela, Vanessa Paradis, com quem o ator se relacionou de 1998 a 2012, também deve falar a favor do ex. 

Além disso, Amber Heard também deve testemunhar contra o ex-marido na próxima semana. 

Dívidas 

Ainda em relação ao processo movido por Johnny Depp contra o The Sun, nesta segunda-feira, da 13, o ator testemunhou e revelou que foi agredido por Amber após descobrir que havia sofrido um golpe de seus ex-empresários e perdido 750 milhões de dólares - o equivalente a quatro bilhões de reais! 

De acordo com Depp, o suposto abuso teria acontecido em abril de 2016, no dia do aniversário de 30 anos de Amber - enquanto o ator afirma que ela o agrediu, a atriz diz que naquele dia ele puxou seu cabelo e atirou objetos contra ela. 

Durante o testemunho, Depp deu mais detalhes sobre o golpe, de acordo com a revista People

Eu estava descobrindo por meio do meu novo empresário, que o meus antigos empresários haviam pego muito do meu dinheiro. Eles me roubaram. Foi colocado para mim dessa forma, porque nunca tive muita ideia sobre dinheiro ou quantias. Desde Piratas do Caribe 2 e 3, eu aparentemente - e isso é ridículo e bastante embaraçoso de dizer - havia arrecadado 650 milhões de dólares. E quando demiti os empresários, não havia apenas perdido os 650 milhões, mas estava com 100 milhões de dívidas, porque eles não pagaram ao governo meus impostos por 17 anos.

Eita! Tenso, né? A seguir, relembre a polêmica em torno do divórcio de Depp e Heard:


Já em abril de 2019, Johnny alegou ter provas incontestáveis de que não tinha agredido Amber. Ele reuniu algumas imagens de câmeras de vigilância e depoimentos para comprovar as suas declarações. Agora, é a atriz que não responde aos argumentos do ex-marido. Será que o jogo virou?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Retrospectiva: qual famosa você acha que bombou mais em 2020?

Obrigado! Seu voto foi enviado.