X

NOTÍCIAS

Publicada em 05/07/2022 às 15:55 | Atualizada em 05/07/2022 às 15:59

Hospital não disponibiliza prontuário de Klara Castanho para investigação

Instituição diz que autorização prévia da paciente é necessária

Da Redação

Divulgação

Após as informações da atriz Klara Castanho terem sido vazadas, o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, Coren-SP, disse que investigaria uma possível infração ética do hospital que teria vazado as informações. Nesta terça-feira, dia 5, a coluna Mônica Bergamo, da Folha de SP, publicou a notícia de que o hospital negou acesso ao prontuário da jovem. 

O Coren-SP se posicionou à colunista e disse que o hospital usou como justificativa uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) e no Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, que prevê a necessidade de autorização prévia do paciente para a utilização de seu prontuário. A instituição disponibilizou uma nota dizendo estar à disposição da atriz:

Desta forma, o Coren-SP se põe à disposição da atriz, caso isso seja de sua vontade, para orientação quanto aos procedimentos para encaminhamento de apuração da conduta dos profissionais de enfermagem que a tenham atendido ou de autorização para acesso ao prontuário.

Após ser contatado pela colunista o hospital respondeu dizendo que disponibilizou o nome e registro dos profissionais que tiveram contato com Klara. No entanto, o Coren-SP afirma que as informações fornecidas foram de todos os funcionários que estavam nas unidades materno-infantis e não só dos profissionais que atenderam a atriz.

Confira a nota do conselho na íntegra:

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você é igual ao Caio Castro no primeiro encontro?

Obrigado! Seu voto foi enviado.