X

NOTÍCIAS

Publicada em 19/11/2023 às 14:00 | Atualizada em 19/11/2023 às 14:46

Carros de comitiva de Taylor Swift são apreendidos no Rio de Janeiro por estarem com placa adulterada

Os produtores podem pegar até seis anos de prisão

Da Redação

Divulgação

Parece que as coisas só complicam para a loirinha, não é mesmo? Isso porque no último sábado, dia 18, carros que faziam parte da comitiva de Taylor Swift no Rio de Janeiro foram apreendidos pela polícia civil por andarem pela cidade com a placa adulterada. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a Folha, a informação foi confirmada pela delegada de Polícia Thaianne Barbosa de Moraes Pessoa, titular da décima nona delegacia de Polícia Civil, no bairro do Leblon. Segundo ela, um inquérito já foi instaurado e a equipe da cantora já prestou depoimento. 

Para zelar a segurança da equipe e de Taylor, os produtores cobriram as placas de diversos carros Jeep Commander, que faziam parte da comitiva e levaram a equipe para o hotel onde estão hospedados.

A lei sancionada em abril deste ano pelo vice-presidente, Geraldo Alckmin, considera como infração gravíssima e é tipificado como crime o ato de retirar, encobrir, alterar ou remarcar as placas de um veículo. 

Se a polícia estivesse no local onde as placas foram adulteradas, a equipe poderia ter sido presa em flagrante, como manda a atual legislação. Caso condenados, a pena pode ser de três a seis anos de prisão.

Em nota divulgada pela Folha, a assessoria de imprensa da Polícia Civil escreveu:

A 14ª DP (Leblon) recebeu a informação de que as placas dos carros que fazem a comitiva da cantora estavam cobertas com um plástico preto e uma equipe da delegacia foi ao hotel onde a artista está hospedada. Em declaração na delegacia, os motoristas disseram que foram orientados a cobrir as placas para trafegar em faixas exclusivas. Os veículos chegaram a ser apreendidos e foram entregues, tendo em vista que não houve flagrante e já não estavam com as placas cobertas. Os agentes solicitaram imagens de câmeras de segurança do local para serem analisadas. Os condutores poderão responder pelo crime de ocultar ou adulterar sinais identificadores de veículos. A investigação está em andamento.

A cantora ainda se apresentará neste domingo, dia 19, e na próxima segunda, dia 20, na cidade carioca. E depois, irá para São Paulo cumprir a agenda para os dias 24, 25 e 26. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você acha que agora Bruna Marquezine e João Guilherme assumiram o romance?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Carros de comitiva de Taylor Swift são apreendidos no Rio de Janeiro por estarem com placa adulterada

Carros de comitiva de Taylor Swift são apreendidos no Rio de Janeiro por estarem com placa adulterada

13/Jun/

Parece que as coisas só complicam para a loirinha, não é mesmo? Isso porque no último sábado, dia 18, carros que faziam parte da comitiva de Taylor Swift no Rio de Janeiro foram apreendidos pela polícia civil por andarem pela cidade com a placa adulterada. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a Folha, a informação foi confirmada pela delegada de Polícia Thaianne Barbosa de Moraes Pessoa, titular da décima nona delegacia de Polícia Civil, no bairro do Leblon. Segundo ela, um inquérito já foi instaurado e a equipe da cantora já prestou depoimento. 

Para zelar a segurança da equipe e de Taylor, os produtores cobriram as placas de diversos carros Jeep Commander, que faziam parte da comitiva e levaram a equipe para o hotel onde estão hospedados.

A lei sancionada em abril deste ano pelo vice-presidente, Geraldo Alckmin, considera como infração gravíssima e é tipificado como crime o ato de retirar, encobrir, alterar ou remarcar as placas de um veículo. 

Se a polícia estivesse no local onde as placas foram adulteradas, a equipe poderia ter sido presa em flagrante, como manda a atual legislação. Caso condenados, a pena pode ser de três a seis anos de prisão.

Em nota divulgada pela Folha, a assessoria de imprensa da Polícia Civil escreveu:

A 14ª DP (Leblon) recebeu a informação de que as placas dos carros que fazem a comitiva da cantora estavam cobertas com um plástico preto e uma equipe da delegacia foi ao hotel onde a artista está hospedada. Em declaração na delegacia, os motoristas disseram que foram orientados a cobrir as placas para trafegar em faixas exclusivas. Os veículos chegaram a ser apreendidos e foram entregues, tendo em vista que não houve flagrante e já não estavam com as placas cobertas. Os agentes solicitaram imagens de câmeras de segurança do local para serem analisadas. Os condutores poderão responder pelo crime de ocultar ou adulterar sinais identificadores de veículos. A investigação está em andamento.

A cantora ainda se apresentará neste domingo, dia 19, e na próxima segunda, dia 20, na cidade carioca. E depois, irá para São Paulo cumprir a agenda para os dias 24, 25 e 26.