X

NOTÍCIAS

Publicada em 10/06/2017 às 12:00 | Atualizada em 10/06/2017 às 12:50

Princesa Diana sofreu de bulimia após ser chamada de gorda pelo marido, Príncipe Charles, diz site

Em agosto, a morte da carismática princesa completa 20 anos

Da Redação

The Grosby Group

Pode até não parecer que já passou todo esse tempo, mas em agosto deste ano completam 20 anos da morte da querida Princesa Diana, que deixou muita saudade principalmente em seus filhos, Príncipe William e Príncipe Harry. Para homenagear essa personalidade que conquistou todo o mundo, será reeditada sua biografia, Diana: Sua Verdadeira História - em Suas Próprias Palavras. Nela, segundo a People, é revelado, dentre outros aspectos de sua vida, a batalha que a princesa travou contra a bulimia nervosa após supostamente ouvir do marido, o Príncipe Charles, que ela estava acima do peso. 

Escrita por Andrew Motron, afirmam que a fonte do livro foi a própria Diana, que, durante sua vida, teria gravado seus depoimentos e entregue as fitas para James Colthurst, amigo do escritor.

- A bulimia começou uma semana depois de nos casarmos (e poderia levar uma década para ser superada). Meu marido colocou a mão na minha cintura e disse: Oh, um pouco gordinha aqui, não está? E isso foi como um gatilho para mim, teria revelado a princesa em uma de suas gravações. 

Ela ainda teria aberto o jogo sobre a perda de peso, resultado da doença:

- A primeira vez que fui medida para o meu vestido de noiva, eu estava com 73,5 centímetro de cintura. O dia em que me casei, eu estava com 59,7 centímetros. Eu me encolhi para um nada de fevereiro até julho. Eu me encolhi para um nada, declarou Diana.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual acontecimento você estava mais ansioso para que acontecesse?

Obrigado! Seu voto foi enviado.