X

NOTÍCIAS

Publicada em 27/06/2017 às 03:00 | Atualizada em 26/06/2017 às 18:57

No ar como a Tia Perucas de Carinha de Anjo, Priscila Sol revela: - Adoraria fazer um homem!

A atriz conversou com o ESTRELANDO sobre a boa fase de sua vida

Lygia Haydée

Divulgação

Priscila Sol ficou conhecida quando deu vida à Paixão na novela Viver a Vida. Na época em que vivenciava as experiências daquele papel, no entanto, nem passava pela cabeça da atriz que pouco tempo depois ela interpretaria uma personagem totalmente diferente e que seria responsável por um grande sucesso com o público mirim. 

Hoje, ao viver a Tia Perucas em Carinha de Anjo, a artista passa por um momento totalmente diferente em sua profissão, visto que o público teen é enlouquecido por seu papel no folhetim do SBTDivertida, a Tia Perucas tem um visual diferente e faz a cabeça da garotada, sendo um dos personagens mais festejados de Priscila. 

Sobre esse sucesso e seus próximos projetos e aspirações, a estrela conversou com o ESTRELANDO, como você confere na entrevista a seguir. 

ESTRELANDO - Para você, como é viver uma personagem tão icônica como a Tia Perucas, já que se trata de uma novela infantil de grande sucesso?

Priscila Sol - É um grande presente. A Tia Perucas é uma personagem incrível. Daquelas que todo ator sonha viver. 

ESTRELANDO - Você chegou a se basear em algo da Tia Perucas da versão mexicana? Quais são as principais semelhanças e diferenças das personagens?

Priscila Sol - Consegui ver algumas cenas sim, já tinha acompanhado a novela com a minha irmã. A Tia Perucas é uma personagem que te dá mil possibilidades, descubro coisas novas todos os dias. E as diferenças entre as duas versões aparecem com certeza. Mas as duas têm a alegria, esperança e o amor em comum. Procuro fazer com que a aparência da Tia Perucas não chame mais atenção do que seu coração. As pessoas me dizem que às vezes esquecem que ela está vestida daquele jeito.

ESTRELANDO - Qual é a diferença que você sente ao lidar com fãs mirins e adultos? O que a surpreendeu no tratar com essa geração que curte Carinha de Anjo

Priscila Sol - Sim, a abordagem é muito diferente. Lembro de quando era criança e eu acreditava naqueles personagens de Chispita, Chaves, Sítio do Picapau Amarelo e muito outros... Muitos me inspiravam e sigo minha vida com muitos desses ensinamentos até hoje. Muito do que somos vêm do que assistimos quando criança. E isso me emociona muito, saber que eu vou fazer parte da vida deles para sempre.

ESTRELANDO - Como você lida com centenas de fãs clubes, cartas e visitas que tem recebido na emissora?

Priscila Sol - Lido superbem, adoro este contato e sempre que posso paro, leio as cartas, falo com os fãs clubes. É superbacana ter este retorno. Lutei muito para ser reconhecida pelo meu trabalho e não por outra coisa. E hoje não agiria diferente. Eles que fazem isso tudo valer a pena.

ESTRELANDO - Como é interpretar ao lado de tantas crianças? O que muda na sua rotina?

Priscila Sol - É muito bom porque elas deixam o ambiente mais descontraído, mais leve. Rimos bastante nas gravações, fazemos brincadeiras, é superdivertido. Isso é o mais bacana, pois trabalhamos sem ver a hora passar, nos sentimos em casa.

ESTRELANDO - Dos papeis que fez até hoje, qual foi o mais marcante e por quê?

Priscila Sol - Todos os personagens são marcantes. Mas hoje é a Tia Perucas que ocupa minha mente e meu coração de uma maneira avassaladora, pois ela exige muito de mim, exige uma doação enorme, uma dedicação quase que integral. Gravamos muito, fico muitas horas caracterizada e pensando como deixar ela maior por dentro do que por fora! Sei lá, não sei explicar direito... É muito louco! Mas todos foram marcantes, com certeza.

ESTRELANDO - Que tipo de papel ainda não teve a chance de interpretar, mas que tem muita vontade de fazer? Por quê?

Priscila Sol - Gostaria de interpretar um homem. Já vi algumas atrizes com este papel e sinto muita vontade e curiosidade em fazer. Penso na questão das mudanças na postura, corpo, voz, e isto me instiga muito. Adoraria fazer um homem! 

ESTRELANDO - A que você atribui a sua premiação como melhor atriz no Independent Film Awards do Wolves

Priscila Sol - Atribuo não só a mim, mas a toda equipe envolvida, pois sem eles nada disso seria possível! Trabalhar com o Jonathan Murphy foi um presente, nunca vi um diretor tão claro e decidido. Ele costumava dizer que é o ator que tem que surtar, ser ansioso, muitas vezes ter dúvidas, mas ele não. Ele perguntava pra toda equipe se a gente estava feliz e só assim ele começava a rodar. Quero fazer mais muitos trabalhos com esse gênio. Tomara que eu consiga! Acho que ele tem chance de levar um elenco ao Oscar!

ESTRELANDO - Quais são os seus próximos projetos?

Priscila Sol - Por enquanto estou focada na novela. Tenho algumas propostas e projetos, mas que ainda não posso falar muito. Mas coisas boas estão por vir!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você acha do casal Bruna Marquezine e Enzo Celulari?

Obrigado! Seu voto foi enviado.