X

NOTÍCIAS

Publicada em 13/07/2017 às 11:26 | Atualizada em 13/07/2017 às 11:58

Kesha lança música para enaltecer as mulheres - ouça Woman!

A cantora ainda escreveu uma carta citando os motivos pelos quais fez uma canção tão empoderadora

Da Redação

Divulgação

Após passar por momentos complicadíssimos com seu ex-empresário, Dr. Luke, Kesha mostrou que soube dar a volta por cima. A cantora lançou a emocionante Praying, onde cita que se tornou uma pessoa mais forte, e nesta quinta-feira, dia 13, divulgou o seu mais novo hit, que enaltece as mulheres e seu empoderamento em toda a letra. Woman ganhou um clipe colorido, animado e que fez bastante jus ao single, já conquistando o público de jeito. E a artista ainda fez uma carta bem sincera para a Rolling Stones onde explica os motivos que a levaram a escrever a canção desta forma, além de falar um pouco mais sobre o novo álbum, Rainbow.

Musicalmente falando, não poderia estar mais orgulhosa deste disco. Acho que esse álbum se parece mais sonoramente ao que eu escuto do que todas as outras coisas que fiz no passado. Eu amo a música que fiz antes, mas era engraçado tocar em diversos festivais de música eletrônica e depois ir para o meu ônibus e ouvir Iggy Pop, Rolling Stones, Beach Boys, T Rex, Dolly Parton, James Brown, Beatles, The Sweet; qualquer artista desses. Eles todos eram bem diferentes do que eu estava fazendo, mesmo que aquele espírito rebelde estivesse lá. Eu percebi que sempre fui intimidada a correr atrás das pessoas em que eu me inspirava. Com Woman, espero que meus fãs ouçam esse espírito forte dentro de mim, mas desta vez eu fiz uma criação mais crua, espontânea e inteirinha com instrumentos ao vivo, o que eu descobri que era um motivo grande pelo qual eu amava todos esses artistas que eu amo. Eram uma, duas ou 12 pessoas todas tocando juntas, e a energia humana era animadora e divertida de se ouvir. Eu queria que a música capturasse esse som orgânico, cru e de alma e que o estúdio mantivesse as imperfeições, porque eu comecei a ver a mágica nas imperfeições.

Kesha também comentou sobre o momento exato em que sentiu orgulho de se denominar mulher.

Em um dia particular, no trânsito, e do nada senti vontade de gritar Eu sou uma pu** de uma mulher. Quando cheguei no estúdio, disse que essa era a música que iríamos escrever. Aquele dia em particular eu senti que ganhei o direito de me denominar uma pu** de uma mulher. Eu sempre fui feminista, mas por muito tempo em minha vida eu me sentia como uma menininha tentando entender as coisas. Nos últimos anos, me senti mais mulher do que nunca. Eu sinto toda a força, a maravilhosidade e o poder em ser do sexo feminino. Nós seguramos a chave da humanidade. Eu realmente amo ser mulher e queria uma música para todos que quisessem gritar sobre ser auto-suficiente e poderoso (sim, a música também é para homens). 

A cantora conclui dizendo que, no fundo, ainda permanece a mesma.

É importante para mim que as pessoas saibam que existem muitas emoções em Rainbow, mas que aquela energia que me inspirou a cantar não foi e nunca irá embora.

Veja, abaixo, o clipe de Woman:


Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Você está ansioso para o nascimento do filho de Marília Mendonça?

Obrigado! Seu voto foi enviado.