X

NOTÍCIAS

Publicada em 17/10/2017 às 12:28 | Atualizada em 17/10/2017 às 13:03

Autora de A Força do Querer, Gloria Perez sai em defesa da atuação de Fiuk na novela

Nas redes sociais, o ator tem sido bastante criticado pelo seu desempenho no papel do empresário Ruy

Da Redação

Divulgação

A atuação de Fiuk em A Força do Querer pode não estar agradando os internautas, no entanto a autora da trama, Gloria Perez, parece estar mais do que satisfeita com o intérprete do empresário Ruy, marido de Ritinha, personagem de Isis Valverde, uma das protagonistas do folhetim das nove da Globo. Em entrevista ao jornal Extra, Gloria saiu em defesa do trabalho do ator, ressaltando que o filho de Fábio Jr. está se esforçando para agradar:

Todo mundo sabia que ele é inciante, está no começo e cercado por atores muito experientes. Acho que, às vezes, a crítica tem um nível de crueldade muito grande. Todo mundo começa, mas nem todo mundo tem o grande público para julgar. Ninguém pensa em seus inícios? Será que uma matéria sua no início de carreira é tão boa quanto a de agora? Fiuk quer corresponder, ele está se dedicando.

Gloria Perez ainda criticou o comportamento dos internautas nas redes sociais, que por inúmeras vezes exaltaram a falta de expressão de Fiuk em cena:

- O mundo das redes sociais é muito falso, tem muito robô, muita gente paga, muitos haters. Eu meço o sucesso nas ruas! Quando uma pessoa, do nada, fala o meu pau te acha, eu vejo que está na boca do povo.

E apesar de nem tudo ter sido correspondido pelo público, Gloria Perez mostrou estar satisfeita com o resultado da novela, que chega ao fim na sexta-feira, dia 20:

Sinto uma felicidade muito grande das pessoas com a novela. Tudo deu certo, não teve barriga, foi uma caminhada leve, agradável mesmo. Estamos cansados, mas não estamos exaustos, sabe? Foi um momento muito feliz. Gosto quando dizem que minha melhor novela é a última. Mas O clone, América e Caminho das Índias  também foram muito populares. Não dá para eu dizer que esta foi melhor. 

Mas confessou que não tinha um plano B caso a história de Ivana, que se descobriu trans ao longo da trama, tivesse sido rejeitada pelo telespectador:

Só vou relaxar mesmo quando o último capítulo tiver ido ao ar. Mas me sinto recompensada com a aceitação e o acolhimento ao trans [Ivan, papel de Carol Duarte]. Nem pensei que não pudesse dar certo, não tinha um plano B porque já tinha feito algo parecido em Carmem [novela de 1987]. Eu apresentei o doutor Junot como um médico competente, excelente pai, o melhor amigo que alguém poderia ter. Quando todo mundo estava apaixonado por ele, trouxe a questão de ele ser gay. E todo mundo aceitou lindamente. Primeiro, eu tinha que criar a empatia do público com Ivana. Se ela tivesse gritado que era trans no primeiro capítulo, aí, sim, podia ter dado errado. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Para quem vai a sua torcida na final de A Fazenda 11?

Obrigado! Seu voto foi enviado.