X

NOTÍCIAS

Publicada em 09/11/2017 às 05:00 | Atualizada em 09/11/2017 às 10:45

Sucesso no YouTube, Luba fala sobre engajamento nas redes sociais

Em entrevista ao ESTRELANDO, youtuber deu dicas de como crescer na plataforma de vídeos

Carolina Rocha

Divulgação

Quase cinco milhões de inscritos no canal LubaTV. Três milhões de followers no Instagram. Quase quatro milhões de seguidores no Twitter. Esses são alguns números de Lucas Feuerschütte, conhecido como Luba nas redes sociais. O criador da Turma esteve no Meus Prêmios Nick na noite da última quarta-feira, dia 8, e contou em entrevista ao ESTRELANDO como se tornou tão grandioso na web nesses sete anos em que trabalha como youtuber

Acho que é um longo processo. Eu estou no YouTube há sete anos e as minhas inspirações foram a iJustine, o Shane Dawson e alguns outros youtubers norte-americanos. Eu aprendi com eles que uma maneira de crescer no YouTube, uma maneira de fazer os seus vídeos de um jeito legal e de ter uma relação com a sua fã base, digamos assim, é você realmente criar uma fã base, fazer um conteúdo que tem uma pegada muito mais pessoal - que é o que eu tento fazer com o Ask Luba, apesar de ter umas perguntas mais aleatórias. Eu criei essa fã base e ela foi crescendo aos poucos. Eu não fui um youtuber de um vídeo viral. Eu não fiz uma paródia que estourou ou virei um meme que viralizou. A minha turma começou pequena e foi crescendo aos poucos. Eu acho que é por isso que meu engajamento é forte. Os meus vídeos são inteiramente pessoais. Acho que é por isso, é uma teoria que eu tenho. 

O influenciador também falou sobre um grande diferencial: a edição de seu conteúdo. Com repetições de sons icônicos, cortes feitos no momento certo e efeitos visuais divertidos, seus vídeos acabam sendo únicos no YouTube brasileiro.

- A primeira vez que eu fiz isso foi em um vídeo chamado Slap That Ass, que é respondendo perguntas extremamente aleatórias. Aí eu fiz o slap that ass, né - bati no meu bumbum - e ficou um toque tão engraçado que eu pensei Ué, vou usar como transição entre uma pergunta e outra. E deu supercerto. A turma gostou, então eu continuei fazendo. Aí qualquer detalhe em vídeo eu corto e tento ver se encaixa ou não. Muitas vezes não dá certo. Eu tenho um processo criativo onde eu tenho os tópicos do vídeo e eu não sei como eu vou editar o vídeo, eu descubro na hora. 

Luba é bastante conectado com o seu público e, de vez em quando, comenta sobre assuntos mais delicados em seu canal. Apesar das muitas críticas, o youtuber admite, com um certo sorriso, que não recebeu muitas críticas sobre sua orientação sexual. 

- Eu não vi. E olha que eu sou aquele tipo de pessoa que pensa Será que alguém comentou alguma coisa ruim? e vai procurar. Eu não achei. É impressionante. [Quando me assumi] digamos que foi 99,9% positivo e aquele 0,1% foi um pouco estranho, mas não repercutiu em nada o negativo. Absolutamente nada. 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

BBB21: Quem é o seu participante favorito?

Obrigado! Seu voto foi enviado.