X

NOTÍCIAS

Publicada em 15/03/2018 às 11:03 | Atualizada em 15/03/2018 às 11:20

Grande hit de Miley Cyrus é acusado de plágio e cantora é processada em quase um bilhão de reais

A artista teria copiado parte da letra de We Run Things do cantor jamaicano Flourgon

Da Redação

Divulgação

Mais uma polêmica para a carreira de Miley Cyrus! Segundo informações da Us Magazine, a artista foi processada em 300 milhões de dólares, cerca de 985 milhões de reais, por ter supostamente violado os direitos autorais do cantor jamaicano Michael May, mais conhecido como Flourgon. Ele alega que o grande hit de Cyrus, We Can't Stop (2013), é plágio de sua canção We Run Things (1988). 

Flourgon afirmou que We Run Things é um dos singles favoritos dos amantes de música reggae no mundo, e que atingiu o número um na Jamaica em seu lançamento, em 1988. O músico acredita que 50% de We Can't Stop, que atingiu a segunda posição no ranking Hot Summer da Billboard em 2013, pertence a ele. 

O astro acusa Cyrus e sua gravadora RCA Records de se apropriar indevidamente de sua música, especialmente na parte We run things / Things no run we, onde a intérprete de Hannah Montana diz We run things / Things don’t run we. A tradução neste caso é a mesma: Nós dominamos as coisas / As coisas não nos dominam, e somente a formulação da frase em inglês fica diferente. 

Tenso, hein? No que será que isso vai dar?

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você acha da tentativa de retomada do casamento de Gusttavo Lima e Andressa Suita?

Obrigado! Seu voto foi enviado.