X

NOTÍCIAS

Publicada em 11/04/2018 às 11:22 | Atualizada em 11/04/2018 às 11:44

Aos 95 anos de idade, Stan Lee sofre abuso da própria filha: - Ele precisa de um super-herói

J.C. Lee cometeu uma série de atitudes que são consideradas abusos contra idosos

Da Redação

The Grosby Group

Na última terça-feira, dia 10, o The Hollywood Reporter publicou uma matéria chocante sobre a vida familiar de Stan Lee, grande quadrinista responsável pelo universo Marvel. No dia 13 de fevereiro, o astro preencheu uma série de documentos legais explicando que ele e sua esposa Joan B. Lee, que morreu em 2017, ajudavam constantemente a filha, J. C. Lee, porque ela tinha dificuldade em se sustentar sozinha e, por muitas vezes, acabava gastando demais.

Não é incomum para J. C. gastar 20 ou 40 mil dólares (até 136 mil reais) por mês no cartão de crédito, às vezes até mais. Quando Stan e a filha brigam - o que é frequente - ela normalmente grita e chora histericamente caso ele não se renda, dizia os documentos. 

O autor também explicou que, de tempos em tempos, J. C. o obriga a confiar nela e, para isso, exige que o pai transfira propriedades para o seu nome. Ele resistiu a tais mudanças porque elas aumentariam a possibilidade de seu maior medo acontecer: que depois de sua morte, ela se tornasse uma pessoa sem-teto e destituída. 

A declaração de Stan também cita três homens, Jerardo "Jerry" Olivarez, Keya Morgan e o advogado de J.C., Kirk Schenck. Eles influenciam de forma negativa a filha do desenhista, já que ela possui pouquíssimos amigos. Eles se insinuaram para J.C. para tirarem vantagem dela e ganharem controle sobre a fortuna de Stan, que é estimada entre 50 e 70 milhões de dólares (até 238 milhões de reais). 

J.C., inclusive, já agrediu seus pais. Em uma discussão, ela pegou a cabeça de Stan e bateu contra o suporte de madeira de uma cadeira. Na época a mãe, Joan, sofreu uma grande contusão no braço e estourou os vasos sanguíneos de suas pernas. Stan sofreu com uma concussão na parte de trás do crânio. 

A reportagem continua citando uma série de atitudes de J.C. que são claramente consideradas abusos contra idosos. Além das agressões e da extorsão de dinheiro, ela também controla as idas e vindas do pai por aí.

- Parte o meu coração ver alguém que eu amo sendo mantido prisioneiro. Ele precisa de um super-herói, disse um amigo de Stan ao veículo.

Triste, não é? 

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Qual acontecimento você estava mais ansioso para que acontecesse?

Obrigado! Seu voto foi enviado.