X

NOTÍCIAS

Publicada em 26/04/2018 às 00:05 | Atualizada em 11/10/2018 às 23:46

Visitamos o cenário da segunda temporada de Carcereiros, saiba tudo!

O ESTRELANDO conferiu de perto o set de filmagens da série e te conta os detalhes

Mel Pinheiro

Divulgação-TV Globo

Quase um ano depois de ser disponibilizada no serviço de streaming Globo Play, a série Carcereiros estreia na Globo nesta quinta-feira, dia 26, com três episódios inéditos. Enquanto a primeira temporada é exibida na TV aberta, o elenco está a pleno vapor já filmando a segunda temporada. O ESTRELANDO visitou o set de filmagens durante lançamento da série e te conta os detalhes dos bastidores. 

O novo presídio foi construído em uma fábrica desativada no bairro do Belém, zona leste de São Paulo. A sensação de estar em uma prisão de verdade começou já no começo do tour dos jornalistas pelo cenário, já que o susto com o barulho esterrecedor dos portões deixou os visitantes, eu inclusa, bastante tensa. 

Dois agentes penitenciários de verdade, que ajudaram a equipe da série com consultoria, nos acompanharam durante a visita e explicaram que o alto barulho dos portões são bem frequentes nas prisões. Outro detalhe bastante fiel à realidade são as celas. Cada uma com suas particularidades, objetos e detalhes foram concebidas pela diretora de arte Claudia Calabi, que com muitas pesquisas, conseguiu construir as celas com toda a sensação de claustrofobia e desconforto que devem passar. Em uma delas, há um videogame, que indicou que um dos presidiários da segunda temporada terá algumas regalias, algo bastante comum nos presídios brasileiros.

Outra parte do cenário visitada por nós foram as salas dos agentes penitenciários, que além de itens de escritório, possuem câmeras de vigilância de todo o presídio. O calor do ambiente abafado sentido na pele por nós jornalistas também irá contribuir para a realidade passada nas telas, já que é outro elemento em comum com as prisões de verdade.

Compromisso com a verdade

A relação da ficção com fatos, tornando a produção mesclada com o documental, foi muito mencionada pelo elenco e equipe da série durante a coletiva de imprensa. A ideia é que se crie uma espécie de franquia, que começou com o livro homônimo de Drauzio Varella, e também será um filme em breve, todos com o mesmo objetivo: levar ao conhecimento para a sociedade sobre a rotina e o que acontece dentro dos presídios brasileiros.

- Estar na penitenciária é a experiência máxima de onde o ser humano pode ir. Ali ele chega ao seu limite. Ao assistir às cenas, você se coloca no lugar do personagem e se questiona se faria ou se poderia fazer diferente - conta Rodrigo Lombardi, que interpreta o protagonista Adriano. Já Tony Tornado, que vive um carcereiro veterano na trama, falou da dificuldade de entrar no ambiente do personagem:

- O Fernando Grostein, um dos nossos diretores, apesar de ser muito jovem, tem toda uma convivência dentro dos presídios. Então, ele me ajudou muito até, acredite, a ter coragem de entrar em um presídio, que é muito difícil para mim.


Completam o time de agentes o experiente Valdir, braço direito de Vilma vivido por Tony Tornado, além de Isaías, personagem de Lourinelson Vladimir e Vinícius, interpretado por Jean Amorim.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou de Juliette na live de Gilberto Gil?

Obrigado! Seu voto foi enviado.