X

NOTÍCIAS

Publicada em 27/06/2018 às 09:20 | Atualizada em 27/06/2018 às 09:19

Atriz de série mexicana é agredida por colega após acusá-lo de estupro

Elisa Vicedo, da série Como dice el dicho, confrontou Eduardo Carabajal e acabou sendo agredida

Da Redação

Divulgação

Elisa Vicedo, atriz conhecida por atuar na série mexicana Como dice el dicho, afirma ter sido agredida por seu colega de cena, Eduardo Carabajal, após acusá-lo de tê-la estuprado. Segundo informações da Univision, ambos estavam em um mesmo evento no dia 24 de junho, quando Elisa gritou para Eduardo:

- Você me estuprou.

Desde então, Elisa tem ido a diversos veículos para explicar sua história e, não só isso, já revelou os ferimentos causados por Eduardo, que a machucou embaixo de seu olho esquerdo.

Na coletiva de imprensa pedida por Elisa, a atriz foi acompanhada da amiga, Lili Brillanti, e também de outra suposta vítima de estupro de Eduardo. Em conversa com jornalistas, ela, que tem 21 anos de idade, explicou que sofreu o abuso quando tinha 18 anos e, ao confrontar seu estuprador, Eduardo usou um metal para causar-lhe uma ferida no rosto, fazendo com que ela tivesse que tomar seis pontos.

Ainda de acordo com o veículo, a atriz apresentou duas queixas contra Eduardo. A primeira por abuso sexual e a segunda por ferimentos resultantes do ataque.

O produtor e diretor da série, Emmanuel Duprés, se pronunciou sobre o assunto e pediu para que Eduardo seja punido:

- Eu, como produtor e diretor de Como dice el dicho, trabalhei com os dois e, claro, espero que, se for verdade, o peso da lei recaia sobre Eduardo. Não podemos mais permitir isso e ele deve ser castigado.

Logo abaixo, relembre famosas que não se calaram em casos de assédio:



Casos de assédio são frequentes, apesar de as mulheres às vezes não se sentirem abertas ou com coragem o suficiente para delatar seus abusadores. Grande parte dessa onda de relatos se dá, principalmente, porque Ashley Judd relatou o seu caso de assédio sofrido pelas mãos de Harvey Weinstein. Em uma reportagem no The New York Times, a atriz abriu as portas para que outros famosos falassem sobre traumas do passado, ao informar que há 20 anos foi convidada por Weinstein para o que seria um café da manhã de negócios em um hotel em Beverly Hills, nos Estados Unidos. Entretanto, ela afirma que ao chegar ao quarto do produtor, se deparou com ele usando um roupão de banho, perguntando se ela não poderia fazer nele uma massagem ou vê-lo tomar banho. Judd afirmou que pensou Como eu saio dessa sala o mais rápido possível sem Harvey Weinstein perceber? Tenso, né? Relembre outros casos de assédio aqui.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Quem você não aguenta mais ouvir cantando no BBB20?

Obrigado! Seu voto foi enviado.