X

NOTÍCIAS

Publicada em 11/07/2018 às 00:00 | Atualizada em 10/07/2018 às 15:01

Diretor do novo programa de Fernanda Souza fala de parceria: - Parece que as peças vão se encaixando automaticamente

Só Toca Top estreia nesta semana e o ESTRELANDO conversou com Raoni Carneiro para saber tudo o que vem por aí

Lygia Haydée

Divulgação-TV Globo

A partir desta semana, as tardes de sábado da Globo contarão com um novo programa. Dia 13 de julho estreia no Multishow e no dia seguinte na emissora global o Só Toca Top, atração comandada por Fernanda Souza e Luan Santana, e com direção artística de Raoni Carneiro.

Se você achou o rosto do diretor familiar, sim, ele é o marido de Fernanda Rodrigues. Mas agora ele só tem uma coisa em mente: fazer a nova atração bombar nos fins de semana.

O programa receberá artistas de diversos gêneros e estilos, reunindo o que é mais ouvido pelo público nas rádios e também na internet através de rankings semanais dedicados exclusivamente aos sucessos da música nacional.

Em conversa com o ESTRELANDO, Raoni contou o que está por vir e como é a lógica do novo programa, começando por explicar como surgiu a ideia do Só Toca Top:

- Queríamos um programa que classificasse a música de uma maneira atual. Entendemos que tínhamos que olhar para a multiplicidade de mídias e meios de consumo de música que existem hoje em dia. Esse era o desafio. Mas fomos descobrindo as muitas variações e ajustamos essa equação, estabelecendo o nosso conceito de ter vários rankings em um mesmo programa de música.

Esse ranking, aliás, é a grande sacada do programa, já que é ele quem mostra os artistas que estarão presentes na atração semanal. 

- Para selecionar os rankings que serão exibidos nos programas, temos que considerar a multiplicidade de mídias e meios de consumo musical que existem hoje em dia. Estamos fazendo um programa que vai mostrar o que o público está ouvindo de uma maneira muito atual. Para isso, criamos três linhas de recorte para classificar os rankings: música ou artista; rádio ou internet; e, se decidirmos entrar na terceira linha, ela será de região ou gênero. Assim, para classificarmos um ranking, vamos começar pensando se ele é de música ou artista, rádio ou internet, regional ou por gênero musical. A partir daí podemos formar, por exemplo, um ranking com a música mais ouvida na rádio, no gênero rock, por exemplo. Conseguimos descobrir diferentes maneiras de olhar a música e a gente consegue atender à pluralidade musical que o Brasil vive.

Para que entenda como tudo vai acontecer, o programa terá vários rankings a cada programa, setorizados. Isso porque a premissa do Só Toca Top é mostrar a pluralidade da música, prezando pelo DNA da atração, que é o ranking.

- Com isso poderemos levar vários artistas em um mesmo programa, durante toda a temporada.

E se você achou estranho a entrada da internet na medição do ranking, Raoni explica a decisão:

- Estamos em uma era de muita informação. A música não está apenas nas rádios, mas em todo canto. A internet ajuda a compor melhor o olhar para o atual cenário musical no Brasil. E foi por isso que dividimos em vários rankings. Quando eu falo sobre os rankings em um programa, podem ser três músicas mais ouvidas da rádio, duas músicas do artista do rock mais ouvido na internet, mais as duas músicas de pagode mais ouvidas da internet e assim por diante. Não estou falando ranking sequencial do décimo ao primeiro lugar, por exemplo. É isso que vai dar essa multiplicidade ao programa. Quem faz o Só Toca Top é o público.

Isso já fica claro, aliás, desde as chamadas do programa que estão sendo feitas na televisão, quando Fernandinha e Luan explicam que se o público quer ver seu artista favorito no palco da atração, basta escutar muito suas músicas e nas mais diversas plataformas.

Por isso, se você pensa em colocar naquele palco algum cantor que ainda não estourou em todas as mídias, mas que está bombado na internet, por exemplo, saiba que há uma possibilidade:

- Teremos em todos os programas a Aposta da semana. A gente chama de aposta, mas não é uma decisão inspiracional. Temos uma equipe de pesquisa e análise que vem acompanhando isso o tempo todo. Quando o artista romper a barreira dos 30 em um Top 50, provavelmente ele será uma aposta para estar no programa. Com a aposta na música já vai ser diferente. Daremos espaço também para artistas conhecidos lançarem uma nova música com a gente, justamente por acreditarmos que ele pode voltar ao programa como um ranqueado.

A escolha da dupla no comando da atração também foi muito bem pensada pela direção:

- Por ser um programa democrático, tínhamos como premissa que seria um casal. Quando pensei na ideia, o Luan era um cara muito especial para olhar. A Fernanda está investindo na carreira de apresentadora, tem a música na vida dela, tem o respaldo desse ambiente. Parece que as peças vão se encaixando automaticamente.

Agora seja sincero: esse formato lembra algo conhecido de tempos atrás? Pois Raoni conta como o Globo de Ouro o influenciou para a criação do Só Toca Top:

- Serviu para mim como um estudo. Mas a gente entendeu que o mundo de hoje é diferente. É como um denominador comum. Mas temos novos desafios. Novas ferramentas.

Aproveitando a nova empreitada de Fernandinha, confira a seguir dez momentos da primeira temporada do Vai Fernandinha que provam que o programa chegou para ficar:

Carolina Dieckmann
Outro programa cheio de emoção foi aquele que Carolina Dieckmann participou. Tudo porque a loira falou sobre parto normal, além de se declarar por seus filhos. Sensacional! E aí, restam dúvidas de que essa nova temporada será um estouro?!

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

Quem você quer que seja o primeiro eliminado de A Fazenda?

Obrigado! Seu voto foi enviado.