X

NOTÍCIAS

Publicada em 14/08/2018 às 09:13 | Atualizada em 25/03/2019 às 16:43

Claudia Rodrigues anuncia sua volta ao trabalho e nega rivalidade com Dira Paes

Atriz também explicou razão de não ter participado de A Praça é Nossa

Da Redação

Divulgação

Quem sente falta de dar boas risadas com o humor de Claudia Rodrigues pode comemorar. A atriz, que desde 2000 enfrenta a esclerose múltipla, foi a convidada do Superpop da última segunda-feira, dia 13, na Rede TV! Durante a entrevista com Luciana Gimenez, Claudia falou sobre a doença, relembrou as polêmicas de sua carreira e anunciou sua volta ao trabalho, que acontecerá nos palcos:

- Eu vou voltar, volto em setembro agora. Dia 17 de setembro estou voltando a atuar em Curitiba, com Diogo Portugal, Marcelo Médici e David Pinheiro, fazendo humor. 

Mas a humorista não escondeu sua vontade de também fazer seu retorno para as telinhas. Em 2015, a atriz foi convidada por Carlos Alberto de Nóbrega para participar do programa A Praça é Nossa, do SBT, o que acabou não acontecendo. Claudia explicou que cortes de verba na emissora impediram sua contratação e nega que tenha exigido um alto cachê:

- Abri mão do cachê, abri mão de tudo, eu só queria estar lá trabalhando.

Falando em televisão, Claudia relembrou seus papéis mais marcantes e afirma que não tem um preferido:

- Pra mim personagem é igual a filho, eu gosto de todos iguais. As pessoas gostam de tudo o que eu faço, a verdade é essa, mas a Marinete foi a que mais me marcou, contou a humorista, que também desmentiu os rumores de rivalidade com a colega na série A Diarista, Dira Paes: - É mentira, as pessoas inventam um monte de coisa. O final só aconteceu porque eu fiquei doente.

Sobre sua relação com a Globo, a artista confessou que já sentiu mágoa de sua antiga emissora, mas que isso ficou no passado. 

Esclerose múltipla

Claudia aproveitou sua participação no programa para também contar sua experiência com a doença que enfrenta há quase 20 anos e falou sobre a importância de ter pessoas queridas por perto. 

- É muito difícil. Tem que ter muita fé em Deus e, de verdade, tem que ter alguém junto. Por exemplo, eu tenho minha empresária, Adriane Bonato, que me empurra pra tudo, disse a atriz, que ainda recebeu mensagens de carinho de Sérgio Loroza, Luciana Coutinho e Milene Domingues: - Esses são valiosos, declarou ela sobre os amigos.

Mas nem tudo são flores na relação da artista com as pessoas à sua volta, e ela desabafou sobre ter poucos amigos de verdade:

- Quando você está na m**da os verdadeiros amigos aparecem. Eu sou uma pessoa que mesmo quietinha em casa sou noticiada em tudo que é lugar: olha lá, morreu essa mulher. Já falaram que eu morri. 

A atriz também falou abertamente sobre a medicação que recebe durante seu tratamento e confessou usar remédios à base de maconha:

- São gotas, concentradas, que se toma de canabidiol. Você toma dez, 15 gotas, não sei, eu tomo 30 por dia, mas isso ajuda. Por exemplo, antigamente eu tremia, agora eu tomo esse canabidiol e não tremo mais, meu olho voltou. Eu faço um apelo às autoridades que liberem isso, porque é muito bacana, gente, não é só pra mim, que tenho esclerose.


Em fevereiro de 2018, também chegou a ser internada e sua empresária informou: Ela começou a ter sintomas de um surto por causa da esclerose, falha na audição e visão e dificuldades de caminhar. Não conseguiu tomar banho sozinha, chegou a falar coisas totalmente desconexas. Por isso foi internada em regime fechado sem previsão de alta.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou desse suposto envolvimento entre Irina Shayk e Kanye West?

Obrigado! Seu voto foi enviado.