X

NOTÍCIAS

Publicada em 19/09/2018 às 10:39 | Atualizada em 19/09/2018 às 10:46

Trecho de livro que relata escândalo de corrupção envolvendo Leonardo DiCaprio é divulgado

O texto revela como as pessoas investigadas compravam um lugar no circulo íntimo de DiCaprio

Da Redação

Getty Images

Em 2017, Leonardo DiCaprio se envolveu em uma investigação do FBI após um escândalo de corrupção envolvendo lavagem de dinheiro vir à tona. A repercussão do caso não foi muito grande, mas os detalhes de tudo foram pulicados no livro Billion Dollar Whale, escrito por Tom Wright e Badley Hope. O lançamento é super recente, mas, para nossa sorte, um pedacinho curioso do livro foi liberado!

A revista The Hollywood Reporter divulgou nessa terça-feira, dia 18, um trecho em que revela como as pessoas investigadas compravam um lugar no circulo íntimo de DiCaprio! Na investigação, nomes conhecidos no universo cinematográfico foram citados, como a empresa Red Granite Pictures - umas principais produtoras de filmes -  teve seus bens congelados e confiscados pelo FBI após suspeitas de desvio de dinheiro para um fundo na Malásia, feitas pelo seu CEO Riza Aziz.

Mas onde Leo entra nessa história? Bom, o CEO, que também é afilhado do primeiro-ministro da Malásia, teria presenteado o ator não só uma, mais diversas vezes. Uma viagem à Copa do Mundo da África do Sul,  uma pintura do Basquiat, um quadro do Picasso e o Oscar que Marlon Brandon ganhou em 2004 entram na lista dos presentes.

DiCaprio, assim que tudo foi contestado, alegou que os presentes seriam leiloados e os valores doados para caridade, mas por conta das investigações acabou devolvendo tudo.

Em suma, pelo trecho fica claro que o desdobramento da investigação se dá quando a produtora aceita pagar mais de 60 milhões de dólares (aproximadamente 248 milhões de reais) ao governo dos Estados Unidos para encerrar uma ação civil que pedia a apropriação de bens supostamente adquiridos com dinheiro roubado.

O livro, Billion Dollar Whale, não tem data de estreia no Brasil. 

A seguir, relembre os maiores escândalos de Hollywood!


O J Simpson era um aclamado jogador de futebol americano, casado com Nicole Brown e tinha duas filhas. Em 1994, Nicole e sua amiga Ron Goldman foram encontradas mortas do lado de fora do condomínio de O J. O mundo inteiro parou para descobrir se o astro era ou não culpado, e após um julgamento, ele foi considerado inocente. Entretanto, os familiares de Nicole e Ron não ficaram felizes com a sentença e foram atrás de mais provas, e após mais um julgamento, O J foi considerado culpado. O caso rola até os dias de hoje e marcou Hollywood de uma forma bem significativa; sua história foi até parar na série American Crime Story.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da visita de Ryan Reynolds e Hugh Jackman no Brasil?

Obrigado! Seu voto foi enviado.

Trecho de livro que relata escândalo de corrupção envolvendo Leonardo DiCaprio é divulgado

Trecho de livro que relata escândalo de corrupção envolvendo Leonardo DiCaprio é divulgado

O texto revela como as pessoas investigadas compravam um lugar no circulo íntimo de DiCaprio

19/Set/2018

Da Redação

Em 2017, Leonardo DiCaprio se envolveu em uma investigação do FBI após um escândalo de corrupção envolvendo lavagem de dinheiro vir à tona. A repercussão do caso não foi muito grande, mas os detalhes de tudo foram pulicados no livro Billion Dollar Whale, escrito por Tom Wright e Badley Hope. O lançamento é super recente, mas, para nossa sorte, um pedacinho curioso do livro foi liberado!

A revista The Hollywood Reporter divulgou nessa terça-feira, dia 18, um trecho em que revela como as pessoas investigadas compravam um lugar no circulo íntimo de DiCaprio! Na investigação, nomes conhecidos no universo cinematográfico foram citados, como a empresa Red Granite Pictures - umas principais produtoras de filmes -  teve seus bens congelados e confiscados pelo FBI após suspeitas de desvio de dinheiro para um fundo na Malásia, feitas pelo seu CEO Riza Aziz.

Mas onde Leo entra nessa história? Bom, o CEO, que também é afilhado do primeiro-ministro da Malásia, teria presenteado o ator não só uma, mais diversas vezes. Uma viagem à Copa do Mundo da África do Sul,  uma pintura do Basquiat, um quadro do Picasso e o Oscar que Marlon Brandon ganhou em 2004 entram na lista dos presentes.

DiCaprio, assim que tudo foi contestado, alegou que os presentes seriam leiloados e os valores doados para caridade, mas por conta das investigações acabou devolvendo tudo.

Em suma, pelo trecho fica claro que o desdobramento da investigação se dá quando a produtora aceita pagar mais de 60 milhões de dólares (aproximadamente 248 milhões de reais) ao governo dos Estados Unidos para encerrar uma ação civil que pedia a apropriação de bens supostamente adquiridos com dinheiro roubado.

O livro, Billion Dollar Whale, não tem data de estreia no Brasil. 

A seguir, relembre os maiores escândalos de Hollywood!