X

NOTÍCIAS

Publicada em 26/11/2018 às 08:48 | Atualizada em 26/11/2018 às 09:14

Último episódio de The Walking Dead mata mais um personagem querido pelo público

E o pior: os fãs só poderão acompanhar o desenrolar da história na próxima temporada, em 2019! Assim o coração não aguenta, né?

Da Redação

Divulgação

Atenção: a matéria a seguir contém spoilers do último episódio de The Walking Dead!


Acabou! A nona temporada de The Walking Dead, que ficou marcada pela saída de Rick, chegou ao fim no último domingo, dia 25. E a midseason finale pegou todo mundo de surpresa, já que mais um personagem querido acabou morrendo por um membro dos Sussurradores - os novos vilões da trama. O público não gostou nadinha do desfecho do personagem, até porque, infelizmente, este Jesus da história não ressuscitará após três dias. 

Achei vacilo demais matarem o Jesus, um dos personagens que mais tinha potencial pra evoluir com o desaparecimento da Maggie, comentou um internauta no Twitter.

Na boa, agora foi o auge da decepção terem matado o Jesus, um personagem maravilhoso que nem ganhou o destaque que merecia, concordou um segundo.

A morte do Jesus foi tão rápida e sombria, acho que vou ter que ver mais umas 20 vezes pra entender, desabafou um terceiro. 

O intérprete de Jesus, Tom Payne, falou sobre a morte polêmica em entrevista ao Entertainment Weekly. Veja só:

Quando e como você recebeu a notícia da morte prematura de Jesus? 

- Bem, você descobre um episódio antes, porque é quando recebemos os roteiros, então antes de começarmos a gravar o episódio 7, que eu acho que provavelmente foi no final de julho? Na verdade eu perdi a primeira ligação da Angela [Kang, showrunner], eu estava mandando mensagens de texto para a minha namorada e eu eu falei, 'Oh, eu perdi uma ligação da Angela, talvez seja A ligação, ha ha ha ha'. Então eu retornei e realmente era A ligação. Eu fiquei tipo, 'tudo bem'. Foi bastante descontraído, eu meio que cheguei a um ponto na série em que eu estava um pouco estático, e eu disse, 'Bem, você sabe, eu tenho que fazer mais com o meu personagem, caso contrário estou de boa com me matarem'. Então, quando Angela me contou, eu acho que ela ficou um pouco surpresa quando eu falei 'Ah, tudo bem, legal'. Tipo: 'Como vai ser?' Porque no meu coração eu sou um contador de histórias, então desde que seja legal e conte uma boa história, eu estou dentro. Quando eu descobri como iríamos fazer, fiquei super feliz e animado para contar essa história. Michael Satrazemis, que filmou o episódio, me mandou uma mensagem algumas vezes tipo: 'Eu continuo querendo vir para ficar triste com você e te dar um abraço e tal, mas você parece tão feliz o tempo todo.' E eu estava! Eu me diverti muito filmando esse episódio, porque eu senti que estava voltando para as raízes do seriado. Foi um horror e foi tão atmosférico, e então a reviravolta no final foi tão incrível que eu estou super feliz por termos conseguido contar uma história bacana que foi inesperada e chocante. Isso é o que você quer neste programa, e fico feliz que possamos fornecer isso ao público.

E a morte de Jesus foi certamente uma grande surpresa, já que Jesus ainda está vivo nos quadrinhos.

- Sim, definitivamente. A série é bem diferente dos quadrinhos. Isso foi definitivamente a fonte de muita frustração nos últimos dois anos, porque Jesus conseguiu fazer algumas coisas legais na guerra dos Salvadores [nos quadrinhos]. Tipo, ele tem uma briga com Negan, pega uma granada e joga de volta. Ele é melhor lutador de todos, e ele não se acostumou com isso - além de lutar contra alguém que está do seu próprio lado. Então, para mim, isso foi um pouco frustrante, porque nos bastidores eu trabalhei duro em todas as artes marciais, e ficava ansioso para usá-las. Mas estou feliz que, no final, nós colocamos tudo isso nas telas e isso é legal.

Nos fale sobre a cena de sua morte.

- Foi muito divertido. Quero dizer, é estranho, porque você foi morto e está deitado no chão enquanto todo mundo ainda está vivo, e você sabe que eles vão continuar e fazer coisas, então foi um pouco estranho. Tem também aquilo de, o que acontece com o meu corpo e todo esse tipo de coisa, de seguir em frente, e o que acontecerá a seguir nesta cena? Tem muitas coisas que podem acontecer, então essa parte é interessante também. Sim, eles precisam continuar. Mas eu gostei de filmar o que eu sabia que seria uma sequência icônica muito legal no seriado e eu sinceramente tive um ótimo momento. Eu estava com um grande sorriso no rosto o tempo todo.

The Walking Dead retornará somente em fevereiro de 2019. Sacanagem ter que esperar isso tudo, né?


A mesma coisa com Jon Bernthal, quando deixou de ser Shane.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

O que você achou da possível nova traição de Athur Aguiar?

Obrigado! Seu voto foi enviado.