X

NOTÍCIAS

Publicada em 18/12/2018 às 13:10 | Atualizada em 18/12/2018 às 13:15

Modelo alega ter tido caso com Woody Allen quando tinha 16 anos de idade, diz site

Allen tinha 41 anos na época e o romance teria durado oito anos

Da Redação

Divulgação

Após polêmicas envolvendo acusações de pedofilia por parte de sua filha adotiva, Dylan Farrow, Woody Allen pode estar se comprometendo mais uma vez. Segundo o site The Hollywood Reporter, o diretor de cinema teria se envolvido com uma modelo e atriz norte-americana menor de idade na década de 70.

Seu nome é Christina Engelhardt e, durante entrevista ao veículo, ela resolveu abrir o jogo sobre seu passado ao alegar um relacionamento com Allen, de  41 anos na época, quando tinha 16 anos de idade.

- O que me fez falar é que eu poderia fornecer uma perspectiva. Eu não estou atacando Woody. Isso não é para derrubar ele. Estou falando da minha história de amor, começou Christina. 

De acordo com as falas da modelo, o romance entre os dois se iniciou em 1976 quando ela passou seu número de telefone para ele em um restaurante em Nova York, Estados Unidos. Os dois teriam continuado o relacionamento por oito anos, onde se encontravam frequentemente na cobertura de Allen que tinha vista para o Central Park.

Ainda assim, a modelo conta que nunca pode conferir a visão da residência, pois as cortinas estavam sempre fechadas.

- A vista devia ser espetacular, mas eu não estava lá para vê-la, revelou, além de dizer que Allen também levava outras mulheres para um ménage.

Ainda assim, pelo que parece a relação dos dois não foi suficiente para privar Allen de se envolver com outras pessoas. Depois de quatro anos de romance, o cineasta começou a se relacionar com Mia Farrow, com quem ficou junto por 12 anos. Porém, Christina revela que, mesmo mexida com a chegada da mulher, não se sentiu ameaçada - já que ela e Allen continuaram a se encontrar enquanto ele namorava Farrow.

- Isso me fez quem eu sou e não estou arrependida, conta.

Até agora Allen e muito menos Mia Farrow se pronunciaram sobre o assunto. Ainda assim, não há como negar que este é mais um dos tópicos que irão permear a carreira do cineasta que já está abalada, diga-se de passagem. 

Em 2017, Woody Allen enfrentou acusações de pedofilia por parte de sua filha adotiva, Dylan Farrow, que afirmou em uma carta aberta ao New York Times em 2014 que havia sido molestada pelo pai quando criança. O caso, que não foi esclarecido até hoje, ainda rende muita repercussão na mídia e até mesmo a atual esposa do de Allen já comentou sobre assunto

Em uma entrevista ao New York Magazine, Soon-Yi Previn, de 48 anos de idade, comentou sobre sua relação com o cineasta. Ela, que está casada com ele há duas décadas, saiu em defesa do marido ao alegar que as acusações só foram feitas para prejudicá-lo.

Os dois estão casados desde 1997, porém o romance se tornou público anos antes. Inclusive, vale dizer que o próprio relacionamento deles gera controvérsias e muita polêmica, já que Soon-Yi Previn é filha adotiva de Mia Farrow com o músico André Previn. Que confusão, hein? 

A seguir, confira mais personalidades que foram acusadas de assédio:


John Lasseter, chefe de animação da Disney e da Pixar, que dirigiu grandes filmes como Toy Story, Carros e Vida de Inseto, anunciou para seus funcionários o afastamento de seu cargo após o The Hollywood Reporter reunir uma série de acusações de má conduta. O site norte-americano relatou que fontes informaram que John era conhecido por agarrar, beijar e fazer comentários sobre aparência física. A atriz Rashida Jones e seu parceiro Will McCormack teriam até desistido de escrever o roteiro de Toy Story 4, por causa do assédio de Lasseter. Em comunicado interno, ele não fala sobre o assédio, mas pede desculpas se alguém se sentiu desrespeitado ou desconfortável por causa de conversas dolorosas e erros que ele cometeu durante a carreira. Recentemente tive diversas conversas que foram muito dolorosas para mim. Nunca é fácil assumir erros, mas é a única forma de aprender. Como resultado, tenho pensado muito no líder que sou hoje comparado ao mentor, defensor e exemplo que quero ser. Foi me dito que fiz alguns de vocês se sentirem desrespeitados e constrangidos. Essa nunca foi a minha intenção. Coletivamente, vocês são o meu mundo e me desculpo profundamente se os decepcionei. Quero me desculpar especialmente com qualquer um que tenha recebido um abraço indesejado ou qualquer gesto, de qualquer forma ou maneira, que pareça inapropriado. Não importa o quão benigna tenha sido minha intenção, todos tem o direito de estabelecer os próprios limites e tê-los respeitados, disse em comunicado. Lasseter ainda continuou e afirmou que irá se afastar do cargo por causa das acusações: Por mais difícil que seja para mim me afastar de um trabalho que amo e de um time que tenho em alta consideração, não apenas como artistas, mas como pessoas, sei que isso é o melhor para todos agora. Minha esperança é que esses seis meses sabáticos sejam a oportunidade de me cuidar melhor, recarregar e me inspirar, voltando com discernimento e perspectiva que preciso para ser o líder que vocês merecem.

Deixe um comentário

Atenção! Os comentários do portal Estrelando são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook.

Enquete

De que lado você está na briga entre Zezé Di Camargo e Zilu Camargo?

Obrigado! Seu voto foi enviado.